6 dicas para escolher o melhor modelo de carro para viajar

Adquirir um carro para viajar é uma situação que requer alguns cuidados. É muito importante que o veículo escolhido atenda às necessidades da família, para que assim os percursos possam ser seguros, confortáveis e prazerosos.

Diante disso, o comprador deve levar em conta vários fatores antes de fazer a melhor escolha. Como algumas viagens são longas, o futuro proprietário precisa conciliar aspectos ligados tanto à mecânica quanto à comodidade na estrada.

Dessa maneira, ele e os familiares podem curtir os passeios sem que o tempo em trajeto leve toda a energia do corpo. Afinal, ninguém quer viajar para um lugar especial e ficar no hotel além do necessário apenas para descansar, não é mesmo?

Para ajudá-lo a selecionar um bom carro para viagens, listamos neste post 6 dicas imperdíveis que devem ser consideradas durante a busca pelo veículo ideal. Confira!

1. Considere o desempenho do motor

Automóveis populares, geralmente com motor 1.0, são bastante úteis em meio urbano, em que o trânsito congestionado requer um veículo com baixo consumo de combustível. No entanto, quando se trata de um carro para viajar, o motorista precisa refletir acerca da performance do motor.

Devido à necessidade de levar bagagens e outros itens, como bicicletas, animais, equipamentos eletrônicos etc., além dos passageiros, o automóvel precisa ter um propulsor mais forte. Nesse sentido, quanto maior for a capacidade de volume dos cilindros, maior tende a ser a potência do motor.

Por isso, motores 2.0 ou 1.6 oferecem mais força do que um veículo 1.0. Tal diferença é crucial, por exemplo, em ultrapassagens. Na estrada, local em que as manobras precisam ser rápidas e precisas, um carro para viajar mais potente proporciona uma condução ágil para o motorista, já que acelerações e retomadas podem ser feitas com relativa facilidade, até mesmo com carga.

Ao contrário, quando se dirige um veículo com motor 1.0, o tempo para se fazer uma ultrapassagem geralmente é maior.

2. Fique de olho no consumo de combustível

Como nem tudo são flores, veículos potentes apresentam um consumo de combustível superior ao dos modelos populares. Assim, quem quer adquirir um automóvel para viajar também precisa levar em conta o desempenho do carro em termos de consumo de combustível por quilômetro rodado.

Em função do aperfeiçoamento trazido pela tecnologia — o que inclui injeção eletrônica, sistemas flex (gasolina e etanol), motores híbridos (combustão e eletricidade) etc. —, até mesmo os carros mais potentes apresentam consideráveis quedas no consumo de combustível hoje em dia.

Para não fazer uma escolha no escuro, o motorista pode consultar as tabelas de eficiência energética fornecidas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) ou, ainda, conversar com pessoas que já têm o veículo almejado.

3. Examine o espaço do porta-malas

Muitas vezes, o item mais observado quando se trata de escolher um carro para viajar é o porta-malas. Afinal, quem faz longos percursos precisa levar bastante bagagem. Nesse sentido, os modelos compactos (hatchbacks) não são recomendados, já que neles o porta-malas é integrado ao compartimento em que vão os passageiros, o que reduz o espaço.

Assim, veículos sedãs e utilitários esportivos oferecem maior comodidade para levar bagagens. Isso porque eles contam com porta-malas separados do espaço onde vão os ocupantes.

Conforme a necessidade, também é possível checar se o carro permite a instalação de alguns acessórios, como bagageiros e hacks, o que é muito útil para aumentar a capacidade de transporte de cargas.

4. Leve em conta a tecnologia introduzida no automóvel

Passar horas e horas dentro de um automóvel pode ser uma tarefa muito desgastante, não só para o condutor mas também para os passageiros. Nesse caso, o ar-condicionado passa a ser um item fundamental para um trajeto agradável, principalmente para quem trafega por longas distâncias, em que há grande variação de temperatura.

Além disso, centrais multimídias com GPS, acessórios de reprodução de áudio e vídeo, acesso à internet, espelhamento de dispositivos móveis etc. podem tornar a viagem bem mais confortável do que se não houvesse tudo isso.

No caso de quem leva crianças, a existência de telas para exibição de conteúdo atrás dos bancos dianteiros é uma forma de entreter os pequenos durante a viagem.

5. Invista em segurança

Vale muito a pena investir em segurança quando se trata de comprar um carro para viajar. Como você já deve saber, rodar em locais onde não se tem muita prática requer cuidados especiais, seja pelas condições da estrada, seja pelos aspectos meteorológicos etc.

Nesse sentido, um veículo equipado com acessórios voltados para segurança, como portas inteligentes, alarmes, sensores de estacionamento, projeção do painel de instrumentos no vidro, câmeras de ré, assistente de partida em subida, entre outros, auxilia bastante o motorista na estrada ou no trânsito urbano em cidades pouco conhecidas.

Conforme o modelo, ainda existe a possibilidade de o automóvel fazer uma espécie de autodiagnóstico, a fim de apontar determinadas falhas ou necessidade de o motorista realizar algum comando.

6. Avalie suspensão e tração

Quando se trata de carro para viajar, é importante checar se o veículo pretendido se adapta bem aos terrenos onde se vai trafegar. Por exemplo, para quem vai pegar estradas de asfalto e de terra, um automóvel com suspensão mais alta será muito importante para evitar raspar o assoalho em pedras ou desníveis.

Nesse caso, a tração 4×4 também é uma boa recomendação. Isso porque ela oferece maior agilidade em áreas com muitas irregularidades no terreno, além de poças d’água.

Como você pôde perceber, adquirir um carro para viajar requer a análise de uma série de fatores para se assegurar um trajeto tranquilo e livre de imprevistos. Embora essa tarefa possa parecer um tanto cansativa no início, mais tarde ela valerá a pena, pois o proprietário do veículo terá a certeza de que fez uma opção que realmente atenderá às necessidades da família.

Depois de comprar seu automóvel, é importante deixar a manutenção preventiva sempre em dia, principalmente antes das viagens. Então, que tal aprender mais sobre isso? Aproveite e leia também nosso post sobre os 6 itens que devem ser incluídos na revisão do carro para garantir segurança!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.