6 itens para incluir na revisão de carro e garantir a segurança

Quem compra um carro sabe que está adquirindo também os custos frequentes com a manutenção do veículo. Ainda que seja um gasto a mais no seu orçamento, a revisão de carro representa, na verdade, uma grande economia. Afinal, resolver problemas por falta de manutenção fica muito mais caro.

O desgaste excessivo dos itens pode fazer seu veículo perder desempenho e consumir mais combustível, além de aumentar sua conta na oficina em uma futura manutenção corretiva. Não realizar as revisões também aumenta a desvalorização do carro, fazendo com que ele perca valor na revenda.

Quer saber como manter seu veículo sempre em bom estado com economia? Trouxemos, neste post, 6 componentes que merecem sua atenção. Acompanhe!

1. Pneus

Um jogo de pneus não é nada barato. Assim, quanto mais tempo você puder ficar com os seus pneus em boas condições, melhor! Você sabia que alguns cuidados básicos podem aumentar a vida útil desses componentes e fazer você adiar a troca sem correr riscos?

Dirigir de maneira cuidadosa é a melhor forma de evitar o desgaste excessivo do pneu (lembre-se de que os sulcos devem ter no mínimo 1,6 mm para que ele não seja considerado careca). Fique atento também às condições das rodas — se houver amassados ou trincas é prejudicial para o pneu.

Além disso, acompanhe o estado dos pneus na revisão de carro. Verifique frequentemente as condições dos quatro que estão em uso e também do estepe. Procure por algum dano, como irregularidades, rasgos ou bolhas. Se notar algo, vá a um borracheiro. Nunca rode com os pneus danificados.

Estar atento à pressão também é fundamental. Calibre todos eles com frequência e aumente o cuidado quando o carro precisar carregar mais peso do que o comum. Colocar a pressão errada pode causar rompimentos no pneu, gerando transtornos e mais gastos.

Por fim, realizar o alinhamento e balanceamento do carro na frequência correta ajuda a evitar desgastes excessivos nos pneus e estender a vida útil deles. Solicite esses serviços a cada 10 mil quilômetros, ou antes de uma viagem. Algumas vias brasileiras apresentam muitos buracos e irregularidades, gerando a necessidade de antecipar essa revisão.

2. Óleo do motor e outros fluidos

O óleo do motor é responsável pela conservação de todas as peças do sistema, pois garante a lubrificação e evita o atrito excessivo entre elas. É fundamental que ele esteja no nível correto e com condições de realizar bem a sua função, por isso a troca de óleo é uma das revisões mais frequentes do carro.

Verifique sempre o nível do óleo — basta checar a vareta do compartimento dele no motor. Fique atento também a sinais de vazamentos. Além disso, consulte as especificações do fabricante para saber quando deve ser realizada a troca. Use sempre o lubrificante indicado no manual para o modelo do seu carro.

Além do óleo do motor, outros fluidos também fazem toda a diferença na conservação do veículo. O líquido de arrefecimento, por exemplo, faz a refrigeração do motor e permite que ele trabalhe sem superaquecimento. O sistema de radiador e reservatório de expansão deve ser limpo, e o líquido substituído a cada 30 mil quilômetros.

3. Sistema de freios

Imagine o perigo de enfrentar uma pane no freio enquanto você dirige. Ele é um dos sistemas mais importante do veículo, por isso, também é indispensável na revisão de carro. Nunca espere escutar o famoso barulho metálico para realizar a manutenção do freio. Ele significa que você já corre risco.

Verifique regularmente o sistema, trocando o disco, as pastilhas e outros componentes no período estipulado pelo fabricante do carro. Além disso, tenha atenção com o fluido de freio — ele deve ser trocado uma vez por ano.

4. Parte elétrica

A revisão de carro também deve incluir cuidados com os componentes elétricos do veículo. Eles são fundamentais para uma direção segura, pois a visibilidade e toda a comunicação com os outros motoristas dependem deles. Não é à toa que os órgãos de trânsito aplicam multas para quem não cuida do funcionamento correto das luzes.

Para manter sua segurança e evitar maiores gastos, cheque sempre se os piscas, as luzes de freio e de ré e os faróis estão funcionando regularmente. Substitua as lâmpadas queimadas e faça verificações frequentes para detectar e resolver outros problemas do sistema elétrico.

5. Filtros

Esses são outros componentes indispensáveis na manutenção preventiva. Existem diversos filtros no veículo — eles compõem sistemas diferentes e realizam funções importantíssimas em cada um deles. Por isso, conheça esses itens e tenha atenção com o seu prazo de substituição.

No motor há o filtro de ar, responsável por barrar partículas que possam danificar as peças do sistema. Sem ele, o motor não funcionaria no seu melhor desempenho e sofreria muito mais desgaste. Por isso, substituir esse filtro na frequência correta é importante para que ele não perca sua capacidade.

Outro filtro essencial no veículo é o de combustível. Ele impede que as partículas de sujeira presentes no tanque de gasolina passem para o motor do carro. Para manter sua função e proteger o motor, você deve trocar esse filtro a cada 10 ou 15 mil quilômetros.

Fique atento também ao filtro de ar-condicionado. É ele que garante a limpeza do ar que você respira dentro do veículo. Faça a manutenção correta do sistema e substitua o filtro para evitar mau cheiro no carro e problemas de saúde para os passageiros.

6. Bateria

É ela que permite a partida do motor e todo o funcionamento elétrico do veículo. Por isso, a bateria precisa ser revisada com frequência. Alguns cuidados básicos, como desligar as luzes e o rádio ao dar a partida no carro, ajudam a conservar esse componente.

Além disso, fique muito atento aos sinais de desgaste da bateria. Observe o estado desse item e procure por sujeira nos terminais. Se você perceber demora para dar a partida ou barulhos diferentes ao acionar o motor, faça uma revisão na bateria. Usar um voltímetro para checar a carga dela também é interessante.

Esses são os 6 itens mais frequentes na revisão de carro. Acompanhar o funcionamento deles e realizar as substituições nos prazos corretos traz muita economia para você. A falta de atenção com esses componentes pode gerar grandes problemas em peças do seu veículo. Evite isso!

Você também quer compartilhar alguma dica de revisão? Deixe um comentário no post!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *