8 dicas para acertar na escolha da administradora de consórcio

Se comparado com as modalidades de financiamento, o consórcio é a melhor forma de se adquirir bens e serviços de alto e baixo valor. Sonhos podem ser realizados por preços bem mais baixos, uma vez que as taxas de administração não chegam perto das elevadíssimas taxas de juros cobradas pelos bancos e financeiras em um financiamento tradicional.

Mas, para realmente ter essas vantagens, antes, você precisa escolher a administradora de consórcio certa.

Abaixo, listamos 8 pontos que você precisa levar em consideração na hora de fechar negócio. Cada uma dessas questões fará toda a diferença para a sua segurança e satisfação durante todo o processo. Acompanhe!

1. Consulte o tempo de mercado da administradora de consórcio

O tempo de atividade de uma administradora de consórcio no mercado pode dizer muita coisa sobre ela. Por exemplo: quanto mais tempo de atuação tiver, maior poderá ser a experiência no segmento, a confiabilidade, a diversidade e a qualidade dos planos oferecidos etc.

Por isso, antes de contratar uma administradora de consórcio, investigue o tempo que ela tem de mercado. Isso não é difícil de descobrir. Nas redes sociais, como a timeline do Facebook por exemplo, você pode encontrar boas pistas. O outro jeito, mais confiável, é consultar o CNPJ da empresa no site da Receita Federal.

2. Verifique se as promessas verbais feitas constam no contrato

Ao fazer contato com uma administradora de consórcio para fazer uma cotação de preços e/ou adquirir outras informações sobre os planos e serviços oferecidos, o agente autorizado (vendedor ou representante) prometerá uma série de vantagens e benefícios. É importante que você anote essas informações para analisar a presença delas no contrato quando for fechar o negócio.

Fatores como valor das parcelas, condições de pagamento (boleto bancário, débito automático, fatura direta etc.), taxas cobradas (taxa de administração e de seguros), atualizações de valores, número de prestações, sorteios e lances precisam ser questionados e estarem devidamente especificados no contrato de prestação de serviços.

3. Descubra como funcionam as contemplações

Cada administradora de consórcio tem uma cultura diferente, mas as formas de contemplação são padronizadas para respeitar as normas e regulamentos do setor. Entre as principais formas, podemos citar:

  • final do pagamento das prestações;

  • início ou meio do contrato por meio de sorteios;

  • antes do fim do contrato por meio de um lance vencedor oferecido.

Verifique junto à administradora essas e outras formas de contemplação oferecidas e descubra se está de acordo com o que o mercado trabalha. Afinal, esse é um dos momentos mais importantes — o de receber a sua carta de crédito.

4. Teste a qualidade do suporte e atendimento

Provavelmente, antes de escolher a administradora de consórcio e fechar negócio, você fará contato diversas vezes para conhecer os planos, entender como eles funcionam, as vantagens e benefícios e tirar uma série de outras dúvidas. Aproveite a oportunidade para avaliar o atendimento.

Uma boa forma de fazer isso é pesquisar quais meios de comunicação direta com o cliente a empresa oferece (telefone, SMS, chat online, e-mail etc.) e fazer contatos por meio de todos eles para testar a velocidade e o nível de suporte entregue. Com isso, você descobrirá também se o padrão de atendimento é mantido, independentemente do meio de comunicação utilizado.

5. Converse com clientes já contemplados

Outra dica importante para escolher a administradora de consórcio certa é procurar as pessoas que já utilizaram os seus planos e foram contempladas por ela. A ideia é saber qual foi a experiência delas com a empresa, os pontos fortes e fracos, se o contrato foi respeitado com rigor, se a contemplação ocorreu conforme o combinado etc.

Essas informações são importantes para ajudar você a formar uma opinião sobre a administradora. No entanto, pode ser difícil encontrar essas pessoas, uma vez que você não sabe quem são elas, e a empresa não costuma divulgar em lugar nenhum.

Mas não se preocupe, pois há um jeito simples: solicite essas referências diretamente para a administradora. Se ela negar, desconfie.

6. Faça contato com participantes atuais

Diferentemente dos clientes antigos, fazer uma pesquisa com os clientes atuais pode ser mais fácil. Isso é possível porque a maioria das pessoas que estão usando os serviços da empresa no momento costuma seguir as redes sociais dela — a página do Facebook, por exemplo. Aproveite para contatar essas pessoas e descobrir tudo o que precisa, bem como a opinião delas sobre a administradora.

7. Pesquise referências na internet

A internet é um banco de informações gratuito e de fácil acesso. Basta ter um computador ou um dispositivo móvel em mãos e uma conexão com a internet para poder pesquisar e descobrir o que deseja. Aproveite essa incrível ferramenta e, sem sair de casa ou do escritório, investigue a reputação da administradora de consórcio que pretende contratar.

Visite sites como fóruns de discussão sobre o assunto, sites de perguntas e respostas, blogs específicos, páginas de redes sociais e sites de reclamações online para verificar como a empresa lida com os clientes insatisfeitos e como ela soluciona os problemas.

8. Considere as suas necessidades

Quando você procura por uma administradora de consórcio, geralmente, já sabe o que quer. Mas o contrário também pode acontecer. Depois de avaliar as opções de planos, o interesse por alguns deles podem surgir, gerando novas necessidades. O mais importante nesse processo é saber se a administradora pode atender as suas expectativas.

Seja um carro, uma casa, um apartamento, uma viagem, estudar no exterior, aposentadoria ou qualquer outro sonho, verifique se a administradora do consórcio realmente pode ajudar você a alcançar esses objetivos, ajustando as parcelas para que caibam no seu orçamento, por exemplo.

Basicamente você precisa saber se o que ela oferece bate com o que você deseja ou precisa. Os interesses precisam se alinhar para que ambos fiquem satisfeitos com a parceria.

A ideia deste post é ajudar você a ter o máximo de cuidado para não cair em nenhuma armadilha e evitar que os seus sonhos sejam transformados em pesadelos. Se segui-las corretamente, você terá as informações necessárias para tomar a melhor decisão e não se arrepender mais tarde.

Gostou da dicas? Então aproveite para conhecer também os 4 maiores mitos sobre consórcio que você precisa desvendar!

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.