8 passos para uma aposentadoria tranquila financeiramente

Sabemos que não dá para contar só com o INSS para ter uma aposentadoria tranquila, certo? Mesmo com as medidas adotadas pelo governo para equilibrar as contas e tornar o benefício atrativo novamente, o teto salarial ainda é muito baixo e não é suficiente para garantir o padrão de vida que você merece.

Mas isso pode ser resolvido facilmente: basta você adotar as estratégias que indicaremos neste post e começar a se planejar financeiramente ainda hoje.

Está pronto para alcançar o objetivo de uma aposentadoria tranquila? Então, continue lendo e confira!

1. Comece a economizar desde cedo

A maioria dos brasileiros gasta tudo o que ganha no mês e só paga o INSS porque é obrigatório. Acredite: esse é um grande erro. O certo é você gastar menos do que ganha para investir todo mês e acumular um montante considerável a longo prazo.

Você não precisa abrir mão de seus mimos e reduzir o padrão de vida para isso, mas pode cortar desperdícios e reduzir muitos gastos desnecessários.

Por exemplo: se você sai todo fim de semana e paga uma conta de R$ 200, gasta em média R$ 800 no mês. Mude isso, passando a sair um final de semana sim e outro não. Só com essa medida, você poderá economizar R$ 400 do seu orçamento mensal.

Além disso, acompanhe todas as suas despesas, analisando o que pode ser reduzido ou eliminado para gerar ainda mais economia.

2. Aumente a sua renda mensal

Não dependa de apenas uma fonte de renda. Se por algum motivo não puder mais contar com ela, você terá dificuldades em manter o padrão de vida atual e comprometerá o acúmulo de recursos para a sua aposentadoria tranquila.

O que você pode fazer é se especializar na profissão, fazendo cursos, treinamentos e adquirindo certificados para conseguir uma promoção no emprego atual e encontrar meios de aumentar a produção (vendas), caso receba comissões ou bonificações por resultados.

Outra forma de aumentar a renda mensal é vender produtos e/ou prestar serviços nas horas vagas. A internet oferece oportunidades incríveis para profissionais de praticamente todos os setores trabalharem como freelancers e ganharem uma boa renda extra.

Aproveite as suas habilidades, conhecimentos e experiências para ganhar mais dinheiro e juntar mais rapidamente o capital que precisará para se manter no longo prazo.

3. Faça investimentos em renda fixa

Quando começar a sobrar dinheiro no seu orçamento, não espere muito tempo. Passe a aplicá-lo logo em renda fixa para acumular um patrimônio relevante no longo prazo, com segurança, rentabilidade superior a poupança e boa liquidez. Algumas opções são:

  • CDB (Certificado de Depósito Bancário);

  • Tesouro Direto;

  • fundos de renda fixa;

  • letras de câmbio.

Reinvista sempre todos os ganhos com novos investimentos mensais para construir uma renda baseada nos juros recebidos por esses investimentos.

4. Conte com a Previdência Privada

Se você tem dificuldades para juntar dinheiro por conta própria, não gosta, não tem tempo e/ou não tem os conhecimentos necessários para investir, mas quer ter uma aposentadoria complementar ao INSS, os bancos oferecem uma alternativa de aposentadoria por meio da Previdência Privada.

Nessa modalidade, você escolhe o plano (valores e prazos) e paga mensalmente as prestações ao banco, que, por uma taxa de administração, cuidará do seu dinheiro por você até lá. Nesse tempo, o banco aplicará o seu capital em investimentos diversificados para alcançar o patrimônio que você almeja.

5. Não deixe de pagar o INSS

Mesmo que o INSS apresente uma garantia de aposentadoria duvidosa para o futuro, não pare de pagar as parcelas. Não se sabe o que acontecerá até lá, e você deve diversificar ao máximo as suas alternativas de renda para não correr riscos.

Lembrando que o INSS não deve ser considerado a sua principal fonte de renda na aposentadoria, mas apenas um complemento dela, já que o teto salarial é baixo e pode não ser suficiente para cobrir as suas despesas.

6. Aplique em renda variável

Se você gosta de investimentos em ações e outros ativos de renda variável, dedique-se a aprender mais sobre o assunto e conte com o apoio de um profissional especializado para orientar você na criação de uma carteira sólida e com riscos controlados. Apesar dos altos riscos envolvidos nessas operações, se houver uma boa estratégia, os ganhos podem ser altos.

Algumas das alternativas mais conhecidas são:

  • fundos de ações;

  • fundos multimercados;

  • carteira de ações que pagam juros e dividendos;

  • aluguel das ações que estiverem em sua carteira.

Bancos e corretoras de valores oferecem bons planos de corretagem e acompanhamento de especialistas, mas participar de clubes de investimentos pode ser uma alternativa mais barata e lucrativa.

7. Invista em bens duráveis

Se busca por solidez em sua estratégia de renda na aposentadoria, você não pode deixar de considerar o investimento em imóveis. Casas, apartamentos, salas comerciais, lojas e outros bens devem ser adquiridos ao longo da vida para você ter uma moradia própria e poder alugar os outros.

O mais legal é que você nem precisa ter um grande capital agora para começar a acumular esses bens. Você pode contratar um financiamento ou — o mais recomendado — contratar um consórcio, que é, de longe, financeiramente mais atrativo.

8. Faça consórcios

Uma alternativa aos caros financiamentos, os consórcios são uma boa saída para você que almeja a realização de sonhos, como a aquisição de imóveis e uma boa renda na aposentadoria. Essa modalidade é um pouco parecida com a Previdência Privada, mas bem mais barata.

Além disso, você pode ser sorteado bem antes do prazo estabelecido para a contemplação e receber a posse do bem mais cedo, começando a acumular grandes patrimônios logo no início da vida profissional. Ao considerar os imóveis em sua estratégia de aposentadoria, prefira o consórcio, pois será uma das formas mais baratas de aquisição.

Mais uma dica: o ideal é que você utilize todas essas estratégias — ou o máximo que conseguir —, para garantir uma aposentadoria tranquila e livre de riscos. Quanto mais rendas tiver, menor será o impacto se perder alguma delas no processo.

Gostou das dicas? Então, siga a gente nas redes sociais agora mesmo e descubra mais estratégias interessantes como essas. Estamos presentes no Facebook e no Twitter.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *