9 tipos de apartamento e como escolher o melhor para você!

Para se manter em alta, o mercado imobiliário precisa se adaptar às mudanças sociais. Como parte desse processo, ao longo do tempo surgiram vários tipos de apartamento, com características projetadas para atender diversas famílias e estilos de vida.

Muitas vezes, no entanto, quem está pensando em comprar um apartamento fica confuso ao se deparar com tantas opções. Entender as diferenças entre cada uma delas é o primeiro passo para fazer um bom negócio.

Quer conhecer os 9 principais tipos de apartamento e aprender a definir qual deles é mais adequado para o seu perfil? Então, confira, a seguir, a lista que preparamos para você!

1. Padrão

O mais tradicional tipo de apartamento é uma unidade habitacional que ocupa somente uma fração de um prédio. Sua principal característica é a planta, com divisões internas definidas — ou seja, os cômodos como sala de estar, sala de jantar, quarto, cozinha, lavanderia e banheiros são bem delimitados.

Normalmente, o apartamento padrão é classificado de acordo com o número de dormitórios e suítes, além das vagas na garagem. Por isso, é uma opção que consegue atender um público amplo, considerando as diversas metragens, configurações e preços.

2. Loft

O conceito surgiu em meados dos anos 60 nos Estados Unidos, quando antigos armazéns e galpões industriais foram reformados para se tornarem moradias. Dessa origem, os lofts brasileiros herdaram características como o pé-direito alto, grandes janelas, cômodos completamente integrados e, geralmente, a presença de um mezanino.

Esse tipo de apartamento é uma ótima alternativa para quem busca modernidade e sensação de amplitude. Porém, devido à ausência de ambientes privativos, não comporta muitos moradores. É recomendado para solteiros que gostam de receber visitas ou, no máximo, um casal sem filhos.

3. Studio

O studio tem certa semelhança com o conceito de loft, mas se diferencia pela presença de algumas divisões internas a mais. É comum encontrar, por exemplo, studios com um quarto privativo delimitado por paredes.

É um apartamento pequeno que não costuma ultrapassar 50 metros quadrados de área útil. Tendo isso em vista, o público ideal é composto por pessoas solteiras e casais que não querem deixar a privacidade de lado.

4. Flat

Também conhecido como apart-hotel, o flat é como um apartamento convencional com metragens reduzidas. Mas seu maior diferencial é a oferta de serviços de hotelaria no prédio, como camareira, serviço de quarto, refeitório e lavanderia — isto é, oferece a comodidade de hotéis com taxas menores que na rede hoteleira comum.

Muito popular nas grandes capitais, é indicado para quem mora sozinho e tem a rotina agitada, que exige mais praticidade. Também é utilizado como moradia provisória, durante reformas ou mudanças.

5. Kitnet

É um apartamento de proporções modestas, com metragens que variam de 20 a 40 metros quadrados. Sua característica mais marcante é a divisão interna em apenas dois cômodos, sendo um deles o banheiro. O outro é um ambiente único que integra a sala, o quarto e a cozinha.

Jovens estudantes são os que mais procuram esse tipo de imóvel, graças à boa localização, preços acessíveis e facilidade na manutenção. Para quem quer investir, fica a dica: kitnets próximas a universidades tendem a ser bem concorridas.

6. Cobertura

É o apartamento que está localizado no último andar do edifício, contando com um ambiente privativo ao ar livre. As metragens desse tipo de imóvel são mais amplas, fator que atrai moradores dispostos a investir um pouco mais de dinheiro em troca de conforto e espaço.

De modo geral, essa área externa é destinada ao lazer da família, abrigando os mais variados itens: piscina, jardim, churrasqueira, varanda gourmet ou até mesmo uma sala de jantar para receber as visitas. Por todos esses motivos, costuma ser a unidade mais valorizada de um condomínio padrão.

7. Garden

Chamado por alguns de giardino, esse tipo de apartamento fica no térreo do prédio e tem um espaço privativo na área externa. Assim como nas coberturas, esse ambiente exclusivo pode ser aproveitado de diversas maneiras, desde que esteja de acordo com a metragem disponível e as normas do condomínio.

Embora também disponha de dimensões amplas, na maior parte dos casos, o valor para adquirir um garden é mais acessível do que uma cobertura. É a melhor escolha para famílias que estão acostumadas a morar em casa e precisam se habituar à sensação de viver em um edifício.

8. Duplex

Quando um único apartamento ocupa dois andares do edifício, ele é chamado de duplex. É como se fosse um sobrado dentro do prédio, e o acesso ao piso superior é feito por meio de escada ou elevador interno. Na maioria das vezes, está localizado no último andar, mas isso não é uma regra.

A estrutura, normalmente, é dividida entre o pavimento social (onde ficam as salas, lavabo e cozinha) e o pavimento íntimo (com quartos e banheiros). Por se tratar de uma unidade com espaço de sobra, conta com 2 ou mais dormitórios e é considerada ideal para famílias grandes.

9. Triplex

Como o próprio nome indica, esse tipo de apartamento é distribuído por três andares do prédio. É um imóvel de alto padrão que exige muito investimento. Geralmente, o terceiro andar fica na cobertura, garantindo uma vista incrível e lazer exclusivo para os moradores.

Sinônimo de luxo, um triplex costuma ter mais de 200 metros quadrados. O público desse tipo de imóvel é composto por famílias de classe alta, que buscam espaços amplos, sofisticação. Tudo isso sem abrir mão da segurança que um condomínio é capaz de proporcionar.

Agora que já conhece os principais tipos de apartamento disponíveis no mercado imobiliário, basta avaliar as suas necessidades para descobrir qual é o ideal para você. Vale lembrar que existem outros fatores relevantes que devem ser considerados durante a compra, como localização, vagas de garagem, itens de segurança, acessibilidade, possibilidade de valorização e até mesmo a incidência de luz solar.

Depois de todas as nossas dicas, você já deve ter em mente qual tipo de imóvel quer adquirir, certo? Então, é hora de partir para a ação! Descubra como comprar um apartamento mesmo ganhando pouco!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *