Barulhos no carro: como identificar e o que significam?

Já aconteceu de você estar dirigindo e perceber barulhos no carro? Às vezes, eles indicam apenas uma pedra no pneu ou algo bastante simples. No entanto, também podem ser sinais de um problema sério, que precisa ser identificado antes que o automóvel pare de funcionar.

Essas situações são mais frequentes quando a revisão do carro é ignorada. No entanto, mesmo com a manutenção em dia, é possível ter imprevistos. Em qualquer um dos casos, é necessário ter atenção aos barulhos e fazer as correções necessárias a tempo, a fim de evitar problemas e ter que desembolsar uma quantia significativa.

Então, como saber quando o barulho é preocupante? De que forma observá-lo? É o que vamos explicar neste post. Continue a leitura e saiba mais!

A importância de ter atenção aos barulhos no carro

Os veículos são máquinas e precisam de manutenção para se manterem em bom funcionamento. Quando isso não acontece, os barulhos surgem e indicam problemas no automóvel. Eles podem indicar a necessidade de troca de alguma peça ou alguma questão menor, que pode ser resolvida com pouco tempo e dinheiro.

De toda forma, é preciso ter atenção tanto com veículos novos quanto com os usados. Os barulhos podem mostrar que é necessário fazer uma manutenção corretiva. Normalmente, eles são sinais de alguma anormalidade, já que carros em bom estado não devem apresentar sons estranhos.

Isso significa que, se você cumprir o cronograma de revisões e fizer a manutenção preventiva com frequência, a tendência é ter um carro firme e sem ruídos. Por outro lado, se essas recomendações forem ignoradas, algumas peças podem ficar soltas e geram barulhos. 

Além da perda de peças, algumas situações podem até mesmo colocar em risco a vida do motorista e dos demais passageiros. É o caso de ruídos estranhos no freio, que podem sinalizar problemas com as pastilhas. Como consequência, o automóvel tem menor poder de frenagem e está mais sujeito a um acidente.

Por todos esses motivos, qualquer barulho diferente deve ser escutado com atenção para identificar de onde vem e o que pode sinalizar. Em caso de dúvidas, é importante consultar o mecânico da concessionária ou o profissional de sua confiança, a fim de saber se alguma correção urgente é necessária.

Os principais barulhos no carro e o que significam

Perceber algum ruído requer atenção a um potencial problema. Cada parte do carro tem suas particularidades e indicam possíveis situações negativas, que podem afetar a segurança do motorista e de outras pessoas. Veja, a seguir, quais são os principais barulhos nos veículos e o que eles indicam.

Barulhos nas rodas

Indicam um possível problema com os pneus. Costuma ser contínuo em, pelo menos, uma das rodas, a exemplo de um ventilador em funcionamento. Nesse caso, é preciso verificar alguma anomalia nos pneus, perceber se estão ovalados ou se houve algum desgaste irregular, como no consumo de uma parte mais do que em outra.

Observe também a banda de rodagem, que fica em contato com o solo, e se existem caroços ou bolhas que se formaram devido ao impacto. Outro possível problema é o rolamento de roda danificado — ele consiste em esferas de aço presas entre os anéis de metal, que ajudam no movimento.

Se houver algum dano, o barulho se torna áspero, parecido com o de um ronco ou como se tivesse areia nas rodas. No começo, o som é fraco, mas aumenta com a distância e, se não for ajustado, o problema no rolamento pode travar as rodas. Mas atenção: os pneus desgastados costumam fazer um ruído similar. Por isso, é preciso fazer uma boa checagem antes.

Chiado no freio

Acontece quando você aciona o freio e ouve um barulho agudo e chato, como um apito. Geralmente, isso sinaliza que as pastilhas estão gastas e precisam ser trocadas. Se você fez a substituição recentemente, pode ser que as arestas estejam pouco aparadas, o produto seja de má qualidade ou muito duro. De toda forma, é recomendado levar o carro ao mecânico para conferir.

O indicado é fazer a troca das pastilhas a cada 30 mil km rodados. Se você ignorar essa dica, poderá ter problemas para frear o carro e terá uma disposição maior para acidentes, especialmente em dias de chuva ou quando a pista estiver molhada.

Ruídos vindos do motor

Os barulhos vindos do motor podem sinalizar diferentes problemas. Se o ruído for contínuo, pode ser derivado da perda de tensão da correia dentada. Isso requer uma correção rápida, já que pode danificar o cabeçote do motor e outras peças importantes.

O suporte do motor quebrado é outra possibilidade. A depender do modelo, há três ou quatro coxins, peças que amenizam a vibração do motor. Sempre que o veículo passa por um buraco ou lombada em alta velocidade, o peso é distribuído sobre esses apoios e pode quebrar algum deles. Nessa situação, o motorista ouve um ruído grave e uma confirmação visual pode ser feita. O problema é solucionado com a manutenção do veículo, já que o motor volta a ficar alinhado.

Barulho similar a um vazamento

O ruído surge quando há falta de água no radiador. Esse problema aquece o motor e pode causar vários danos, a ponto de ter que refazê-lo. O ideal é fazer a manutenção com frequência para verificar o nível de água, além de observar o termômetro do painel.

Assobio agudo da caixa de direção hidráulica

Costuma apontar a falta de óleo na direção hidráulica, que precisa ser trocado a cada 10 mil quilômetros rodados. O barulho no carro aparece quando o nível está baixo ou tem algum tipo de vazamento. Nesse caso, é importante verificar onde o automóvel ficou estacionado para ver se existe algum pingo do produto.

Rangidos nos bancos

Aparecem quando há problemas nos trilhos ou no suporte dos bancos. As peças são feitas com materiais metálicos e o atrito gera ruídos. Em muitos casos, basta apertá-las. Em outros, é preciso trocar apoios e buchas de borracha ou fazer a lubrificação dos componentes.

Como você pôde perceber, os ruídos podem sinalizar problemas simples ou mais graves. De toda forma, os barulhos no carro precisam ser investigados para evitar imprevistos nas ruas e nas estradas. Além disso, mantenha sempre em dia a manutenção preventiva e a revisão do veículo em local autorizado: essas são as maneiras mais eficientes de se precaver contra problemas.

E você, gostou de saber o que os ruídos no carro podem indicar? Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude outros motoristas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *