Como planejar e organizar a primeira viagem para o exterior?

Fica difícil pensar em uma atividade mais prazerosa do que viajar, não é mesmo? Tirar uns dias para descansar, curtir novos lugares com a família ou os amigos, fugir um pouco da rotina. Quando a ideia envolve sair do país e conhecer uma nova cultura na primeira viagem para o exterior, pode ser tudo mais especial.

Mas planejar algo assim requer mais cuidados do que quando você sai de carro por um final de semana. Para que tudo corra bem e não surja nenhum problema atrapalhando suas férias, alguns pontos merecem atenção. Que tal aprender a organizar uma viagem internacional da melhor maneira? Confira nossas dicas e divirta-se sem imprevistos!

Decidir o destino

O passo inicial para a sua primeira viagem para o exterior é decidir para onde ir. Essa não é uma escolha nada fácil. Afinal, existe uma infinidade de opções. Como saber qual destino merece ser o primeiro carimbo no seu passaporte?

Alguns pontos facilitam a escolha. Primeiro, pense nos seus objetivos para a viagem. É diferente escolher um local para badalar com amigos, fazer uma viagem romântica a dois ou ter um tempo de qualidade com a família. Percebe como cada cenário desses tem suas particularidades?

A segunda dica é considerar os interesses de todos. Se não for uma viagem surpresa, uma boa ideia é juntar toda a família e pensar juntos sobre isso. E mesmo que seja um presente especial para quem você ama, não deixe de considerar os gostos de cada um antes de decidir. Que local seus filhos amariam conhecer?

Depois de ter uma lista inicial, é hora de pesquisar os lugares. Ler bastante sobre o destino ajuda a entender o que ele oferece e quais são as melhores condições para viajar (como a época de melhor clima). Além disso, aproveite para avaliar também os custos de cada opção — o orçamento pode ser o fator central na decisão.

Montar um roteiro

Escolheu o local? Ótimo! Mas lembre-se de que o planejamento não acaba quando você bate o martelo e finalmente decide o destino. Depois de fazer isso, é preciso utilizar as pesquisas para montar um roteiro especial pensando nas necessidades e nos desejos da família.

É importante definir a quantidade de dias, a época da viagem e o que será feito em cada momento. Isso dá um pouco de trabalho, mas faz toda a diferença, pois promove um melhor aproveitamento dos dias e também evita problemas.

Por exemplo, se você está viajando para um local e pretende ir a atrações que cobram ingresso, muitas vezes existe a opção de comprar antecipado antes mesmo de sair do país. Fazendo isso com antecedência, é possível evitar que imprevistos o impeçam de conhecer o que você deseja.

Ao montar um roteiro, lembre-se também de pesquisar sobre o clima do local e investigar detalhes importantes (como épocas de maior lotação ou períodos de fechamento das atrações). Essas informações podem ser acessadas em sites oficiais ou em blogs de turismo. Muitos viajantes dividem a experiência deles na internet, inclusive disponibilizando roteiros que você pode utilizar.

Organizar a documentação

Tudo é mais simples e confortável quando estamos no nosso país. Para ir a outra cidade ou mesmo cruzar um estado, você só precisa de seus documentos brasileiros. Entretanto, visitar outro país não é tão fácil. É preciso se submeter a outras leis e atender a algumas exigências específicas.

Os requisitos mudam muito de um local para outro. Para visitar alguns países da América Latina, por exemplo, não é necessário levar nem mesmo o passaporte. Já outros lugares, como os Estados Unidos da América, exigem que você tenha um visto de entrada.

Se o seu objetivo é ir para destinos que tenham muitas exigências, o planejamento da primeira viagem para o exterior precisa começar quanto antes. Isso porque a emissão de passaporte e a solicitação do visto e de outros documentos especiais podem demorar um pouco. Assim, procure fazer isso com uns meses de antecedência da data que você deseja viajar.

Um fato precisa da sua atenção: os documentos são exigidos mesmo que você faça apenas uma conexão no país. Então, se o plano é ir para um lugar que não precisa de visto, mas o voo vai fazer uma parada nos EUA, você terá que apresentar a documentação ao entrar lá, mesmo que ele não seja seu destino final.

Fique atento também a exigências sobre vacina. Alguns países solicitam comprovantes de vacinação, principalmente contra febre amarela. Informe-se se o seu destino pede esse ou outros cuidados específicos. E lembre-se: em voos internacionais, é preciso chegar ao aeroporto pelo menos três horas antes do embarque, para ter tempo de fazer o check-in com calma e resolver imprevistos.

Reservar passagens e hospedagem

Depois de escolher para onde ir na sua primeira viagem para o exterior e organizar todos os documentos necessários, você pode comprar as passagens e reservar o hotel com tranquilidade. O ideal é não fazer isso antes de resolver a documentação. Afinal, um problema nesse setor poderia atrapalhar as reservas já realizadas.

Uma boa dica para encontrar passagens aéreas com boas condições é pesquisar em sites que comparam voos de várias empresas. Assim, você tem maiores chances de encontrar tarifas diferenciadas e opções mais confortáveis — com menos escalas ou melhor serviço de bordo.

Também existem sites especializados em comparar diversas alternativas de hospedagem. Essa é uma boa dica para encontrar seu hotel. Para não errar na escolha, pense antes nas necessidades e interesses da família. Alguns pontos importantes são: localização, conforto dos quartos e estrutura de entretenimento.

Fazer um planejamento financeiro

Chegando ao final do nosso passo a passo, você já deve ter percebido que boa parte do que precisa ser feito vai custar dinheiro. Sim, viajar para o exterior pode não ser muito barato. Mas a experiência, sem dúvida, vale a pena. Por isso, o melhor a ser feito é montar um planejamento financeiro.

Existem dois caminhos principais: definir um orçamento máximo e tomar todas as decisões a partir dele ou escolher o tipo de viagem e se preparar para pagar o que ela custa. Independentemente da sua escolha, vai ser preciso organizar as finanças e garantir que haja o valor necessário para se divertir sem problemas.

Os preços vão variar muito dependendo do destino e das escolhas em relação à passagem, à hospedagem, aos programas, às compras etc. A dica é pesquisar bastante sobre a experiência de quem já foi e montar um orçamento médio, deixando uma margem para gastos a mais.

Uma viagem internacional geralmente é planejada com antecedência de pelo menos seis meses ou um ano. Dessa forma, é possível reservar dinheiro e até investir em alguma opção que apresente bons rendimentos para o período.

Agora você sabe o que precisa ser feito para planejar uma primeira viagem para o exterior incrível! Ao seguir esse passo a passo, é possível curtir muito esse momento sem lidar com problemas. A organização prévia é a melhor maneira de evitar qualquer imprevisto.

E então, gostou deste post? Aproveite para compartilhar nas suas redes sociais e trocar dicas de viagem com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *