Concessionária ou mecânico particular: onde fazer a revisão do carro?

Realizar todas as revisões de um veículo é essencial para garantir o bom funcionamento dos sistemas e a segurança do motorista. Além desses benefícios, ficar de olho na vida útil das peças também é importante no intuito de economizar — afinal, uma manutenção corretiva sempre sai mais caro.

Mas, diante dessas necessidades, muitos proprietários se perguntam onde fazer a revisão do carro. Há, pelo menos, duas opções principais: concessionárias autorizadas e oficinas mecânicas particulares. Ambas têm vantagens e desvantagens que precisam ser avaliadas com cuidado pelos motoristas.

Você quer ter informações suficientes para tomar a melhor decisão? Veja as orientações que trouxemos neste post!

Quais aspectos considerar ao fazer a revisão?

A seguir, vamos elencar os principais pontos que você precisa dar atenção na hora de decidir onde levar o seu automóvel. Em cada um, comentamos os benefícios e os obstáculos apresentados pela concessionária e pelo mecânico particular.

Garantia do carro

Esse é um dos motivos centrais que levam as pessoas a fazer a revisão do carro nas concessionárias autorizadas. Quem compra um veículo zero-quilômetro recebe a garantia de fábrica (cujo tempo de duração depende de cada marca). Em geral, o requisito para usufruir desse benefício é realizar todas as manutenções em lojas autorizadas.

Assim, quem leva o carro novo a um mecânico particular corre o risco de perder a garantia do produto que adquiriu. Ao cumprir as exigências, o proprietário tem a certeza de que a montadora vai resolver qualquer problema que surja no veículo dentro do intervalo descrito no manual. Por isso, quando analisamos esse ponto, as concessionárias costumam ter vantagem.

Com relação a quem comprou o carro há mais tempo ou adquiriu um seminovo que saiu desse período, não há a obrigação de fazer as revisões na concessionária. Nesses casos, o motorista que preferir pode levar o veículo a outro local, mas é importante ter confiança nos profissionais que vão atendê-lo.

Periodicidade das revisões

Quem comprou um veículo novo e está se perguntando onde fazer a revisão do carro também pensa na frequência das manutenções. Quando o automóvel ainda está na garantia, você é obrigado não só a levá-lo na concessionária, mas também a efetuar todas as revisões no tempo correto.

Geralmente, elas são realizadas a cada 6 meses ou 10 mil quilômetros rodados, mas esse período pode variar dependendo das informações contidas no manual do fabricante. Deixar de comparecer em uma dessas marcações pode fazer com que você perca a garantia do produto que comprou.

Ao contar com a assistência de uma concessionária, o proprietário tem maior controle sobre a frequência dos cuidados com o carro. Por outro lado, quem opta por um mecânico particular precisa ficar de olho para não perder nenhuma data. O calendário deve ser cumprido mesmo que não haja mais a obrigação da garantia.

Preço

Esse costuma ser um aspecto muito relevante quando é preciso decidir onde fazer a revisão do carro. Afinal, a questão financeira pesa muito na decisão dos brasileiros. Alguns proprietários de veículos fora da garantia preferem buscar o serviço de oficinas particulares para economizar.

Entretanto, o ideal é considerar não apenas o valor cobrado, mas a relação custo-benefício. Alguns locais, infelizmente, apresentam preços mais acessíveis porque trabalham com pouca qualidade. Há, inclusive, o risco de sofrer ilegalidades — por meio do uso de peças falsificadas, por exemplo.

Uma característica positiva das concessionárias é contar com valores tabelados. Dessa forma, o consumidor evita surpresas desagradáveis no momento de pegar o carro e checar a conta final.

Qualidade dos profissionais

Ao fazer a revisão em uma concessionária você tem a certeza de que seu carro está sendo cuidado por profissionais capacitados e especialistas em determinada marca. Além disso, as lojas trabalham apenas com peças originais, o que agrega mais confiança ao atendimento. Esses motivos levam muitos proprietários a continuar optando por essa alternativa mesmo com o fim da garantia.

Entretanto, profissionalismo e honestidade não são características exclusivas das concessionárias. É possível encontrar oficinas de confiança com equipes qualificadas e itens de qualidade.

Se você escolher essa opção, tome o cuidado de saber se o mecânico tem conhecimentos sobre o modelo do seu carro e se conta com os equipamentos adequados para fazer as manutenções e resolver todos os problemas.

Atendimento

A cordialidade das equipes em concessionárias e oficinas mecânicas depende muito de cada local. O importante é que o proprietário procure uma empresa onde se sinta bem recebido e seja informado sobre tudo. Tanto lojas quanto mecânicos particulares podem deixar a desejar nesse quesito.

Um ponto que merece ser avaliado nesse quesito é o oferecimento de serviços diferenciados. As redes de concessionárias, por terem um tamanho maior e fecharem parcerias, promovem benefícios para os clientes, como descontos e brindes. Isso também pode acontecer em oficinas. Como o mercado dessa área está muito disputado, é comum que elas se esforcem mais, a fim de fidelizar o cliente.

Quais cuidados você precisa ter nessa escolha?

Decidir onde fazer a revisão do carro não é tarefa simples. Se o seu veículo ainda está na garantia, o aconselhado é manter as exigências da concessionária para evitar problemas. Mas se esse requisito não existe mais ou se você não se preocupa em perder o benefício, é possível ponderar todos os prós e contras das duas opções.

Independentemente de escolher concessionária ou mecânico particular, alguns pontos merecem atenção especial. O ideal é que você não confie cegamente nem nas lojas nem nas oficinas. Estabelecer uma relação de credibilidade exige tempo e experiências positivas. Uma boa dica é pedir indicação para amigos e familiares, assim como procurar opiniões ou reclamações na internet.

Além disso, busque conhecimentos básicos sobre mecânica para não ser enganado. Se você não tem facilidade nesse campo, prefira comparecer às revisões acompanhado. Por fim, guarde todos os recibos e notas fiscais caso precise comprovar a manutenção em uma venda no futuro.

Agora você tem mais elementos para escolher onde fazer a revisão do carro! Fique atento aos aspectos que elencamos e avalie qual é a melhor opção. Não há uma decisão certa ou errada — é preciso analisar as suas necessidades e possibilidades.

E então, o que achou deste post? Quer compartilhar alguma dúvida ou outras dicas? Deixe seu comentário logo abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *