Contemplação de consórcio: entenda como funciona na prática

Foi contemplado e não sabe como proceder? Existem algumas etapas que você precisa realizar para ter acesso ao tão sonhado veículo, casa, apartamento, viagem etc.

Essas etapas constituem processos burocráticos para que você tome posse do bem desejado de forma segura e dentro da lei. Mas, antes da aquisição, você precisa entender melhor o que é a contemplação de consórcio e quando ela acontece.

Para sanar todas essas dúvidas, preparamos um post exclusivo explicando em detalhes quais os passos que você deve seguir ao ser contemplado no consórcio. Descubra tudo isso agora e garanta rapidez no momento da aquisição!

O que é contemplação de consórcio?

A contemplação é o momento mais esperado por todas as pessoas que participam de um consórcio, pois significa que chegou a hora de tomar posse daquilo que elas vêm pagando há meses ou anos.

A maioria das pessoas, logo que entra para um grupo de consórcio e dá início ao pagamento das prestações, fica eufórica com a possibilidade de alcançar seus sonhos, mas esquecem de pesquisar sobre como a aquisição do bem acontece.

No entanto, o ideal é que nesse momento você deixe a emoção de lado e use a razão, pois estamos falando de um processo de compra e venda que envolve negociações e trâmites legais.

Quando a contemplação de consórcio acontece?

Mensalmente, a administradora do consórcio reúne o grupo para divulgar os contemplados do período. Caso você esteja com os pagamentos em dia, terá o direito de participar de sorteios, o que pode antecipar a contemplação.

Mas também é possível ser contemplado em um consórcio de outras maneiras. Confira as principais delas:

  • por meio de sorteio: acontece todo mês, e todos aqueles que estiverem com os pagamentos em dia participam;

  • por meio de lances: acontece quando você oferece um alto valor para antecipar diversas prestações em um único mês. Se o seu lance for o maior do período, será o vencedor e será contemplado imediatamente;

  • quando o grupo se encerra: Assim que o prazo total do grupo se encerra, todos os consorciados poderão retirar o crédito, após 180 dias.

Como você deve proceder após a contemplação do consórcio?

Basicamente, existem 5 passos que você precisa seguir entre o momento de contemplação e a posse legal do bem que deseja. Então, procure ficar calmo e tomar decisões com base nas informações que conseguir. Deixe a emoção para ser extravasada com uma boa comemoração no fim dessa jornada.

Confira a seguir como você deve proceder:

1. Confirme a contemplação do consórcio

Como disse, todo mês a administradora do consórcio realizará uma assembleia para realizar os sorteios, analisar quem ofereceu os maiores lances do período e quem quitou todas as parcelas.

Em seguida, os profissionais representantes do consórcio devem divulgar quem foi contemplado em cada categoria (tipo de bem) e como isso ocorreu (se foi por meio de sorteio, lance ou quitação das prestações).

Antes de comemorar, aguarde uma divulgação oficial para ter certeza de que você foi um dos contemplados e, assim, poder seguir para a próxima etapa. Caso ainda não tenha sido você, paciência. Quem sabe no próximo mês?

2. Entregue a documentação necessária

Depois de confirmar a contemplação junto à administradora do consórcio, damos início à parte burocrática. Esse é o momento em que você precisa reunir e entregar uma série de documentos para dar entrada no processo de recebimento da carta de crédito e fazer a aquisição do bem.

É importante que faça contato com a administradora para saber exatamente quais documentos serão necessários, além de outras informações. Geralmente, você precisa apresentar o seguinte:

  • meios de contato (telefone, e-mail, redes sociais etc.);

  • contrato assinado para atualizações e confirmações;

  • comprovantes de pagamento das prestações;

  • comprovante de residência atualizado;

  • RG e CPF;

  • outros documentos.

3. Escolha o bem desejado

Com a carta de crédito liberada, você pode partir para a etapa mais emocionante: a da escolha do bem. Mas lembre-se de que você deve escolher um que seja oferecido por um dos fornecedores (concessionária, distribuidor, construtora, imobiliária etc.) que esteja na lista de associados da administradora do consórcio.

Geralmente, essa regra é especificada em contrato, e você deve ficar atento a isso para não ter problemas no futuro. Outro cuidado que deve ter é que o bem, se for um veículo, não pode estar alienado a nenhum banco ou qualquer outra instituição financeira para ser adquirido.

Por fim, ao escolher o fornecedor e o bem, você precisa fornecer as seguintes informações à administradora do consórcio:

  • nome, endereço e CNPJ do fornecedor;

  • telefone e e-mail de contato da empresa;

  • dados bancários para o pagamento do bem;

  • informações gerais sobre o bem.

4. Negocie a aquisição

Só porque o pagamento será feito direto pela administradora do consórcio, não significa que você não possa negociá-lo. A carta de crédito equivale a uma compra à vista, e você tem o poder de negociação nas mãos. Aliás, a maioria das administradoras de consórcio recomenda isso, porque elas fazem o pagamento, mas não se envolvem no processo de escolha e compra.

Então, aproveite para negociar descontos e usar a diferença para pagar os custos com a transferência do bem para o seu nome. Isso inclui o pagamento de taxas, impostos e emissões de documentos legais.

5. Comemore a conquista e repita o ciclo

Depois que todo o processo burocrático tiver sido concluído, agora, sim, você pode comemorar a sua conquista. Mas lembre-se: seja cuidadoso e comemore com moderação para não transformar o momento de alegria em prejuízos.

Uma dica importante, aqui, é pensar em dar início a um novo plano de consórcio. Essa é a melhor forma de acumular bens e garantir uma aposentadoria tranquila, principalmente se forem imóveis residenciais e comerciais, pois podem ser alugados ou vendidos mais caro no futuro, caso valorizem.

No caso de veículos, manter um ciclo contínuo de consórcios vai garantir que você possa trocar de carro periodicamente e andar sempre com o modelo mais novo. Assim, sempre que for contemplado, venda o carro antigo e ofereça o valor como lance no consórcio do próximo.

A contemplação de consórcio parece complicada, mas só para quem não tem informação. Agora você sabe como ela funciona e pode utilizar este post como um guia para orientá-lo em cada etapa do processo quando chegar a hora.

Gostou das dicas? Então, aproveite para conhecer também 6 estratégias que vão ajudar você a antecipar a contemplação no consórcio!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *