Entenda quais são as diferenças entre os tipos de lance do consórcio

Você com certeza já ouviu falar em consórcio, mas sabe exatamente como ele funciona? Uma dúvida bastante recorrente é com relação aos tipos de lance, pois há três formatos e cada um deles possui suas vantagens e desvantagens.

Nesse post vamos apresentar rapidamente como funciona o consórcio e focar nos diferentes tipos de lance que existem. O objetivo é que você entenda todos os pormenores para dar o passo certo e ser contemplado com mais facilidade.

Vamos lá?

Como funciona o consórcio?

A ideia do consórcio é que você adquira uma cota de um grupo e participe de sorteios e lances para ser contemplado. Essa cota oferece direito a uma carta de crédito, que corresponde ao valor do bem que você deseja comprar.

Esse montante é dividido em parcelas mensais, que devem ser pagas sempre no vencimento. O valor pago é inserido em um fundo comum, de todos os participantes do grupo. No entanto, esse dinheiro não é perdido: você tem direito ao valor pago e poderá resgatar no momento em que for contemplado.

É importante mencionar que o grupo pode estar em andamento ou em processo de início. De toda forma, você tem as mesmas chances de ser contemplado e receber sua carta de crédito a qualquer momento.

Outra vantagem do consórcio é que esse sistema é fiscalizado e autorizado pelo Banco Central, além de ser administrado por uma empresa. Assim você tem mais transparência e segurança para o processo.

Como ocorre a contemplação?

A contemplação acontece de duas formas diferentes: por sorteio ou lance. Ambos os formatos acontecem durante a assembleia do consórcio, que é uma reunião a ser realizada pelo menos uma vez ao mês para definir os contemplados.

As assembleias devem ser passíveis de acompanhamento pelos consorciados e podem ser presenciais ou online. Entretanto não é obrigatória a sua presença, o que é importante aqui é a possibilidade de acesso, demonstrando que a contemplação é um processo transparente.

No sorteio, a contemplação é dada para a pessoa que tiver o número retirado do globo esférico, ou seja, conta-se apenas com a sorte. Esse modelo tem prioridade sobre o lance. Isso significa que, se você tiver dado um lance e for sorteado, o que vale é o resultado do sorteio.

Já no lance, a ideia é que você ofereça determinado valor para antecipar o recebimento da sua carta de crédito e, consequentemente, poder comprar o bem antes do prazo.

Em ambos os casos, a carta de crédito pode ser utilizada logo em seguida, desde que a administradora do consórcio seja avisada. Esse documento funciona como um pagamento à vista e você pode comprar um bem de valor mais alto, pagando a diferença em dinheiro ou financiando-a.

Quais são os tipos de lance existentes?

O lance é uma tentativa de adquirir o seu bem antes do fim do pagamento das parcelas. Vários participantes podem ofertar um valor e será escolhido aquele que apresentar o percentual mais alto.

No entanto, como o lance é analisado sempre que for realizado um sorteio (ou seja, pelo menos uma vez por mês), é importante conhecer os 3 tipos existentes para ter certeza do que pode ser mais vantajoso para você.

Confira:

Lance embutido

O lance embutido é o ideal para consorciados que não possuem o valor total para pagar o percentual ofertado. A ideia, então, é utilizar uma pequena parte do montante da carta de crédito. Em geral, pode ser usado 10% ou 20%, de acordo com o grupo.

Para ficar mais claro, imagine que sua carta de crédito é de R$ 300 mil. Ao fazer um lance embutido de 10%, você recebe o desconto desse percentual na carta, ou seja, R$ 270 mil, porque os outros R$ 30 mil são subtraídos do total.

Lance livre

Esse é o modelo de lance mais conhecido e no qual o consorciado oferece o valor total de adiantamento. O objetivo é antecipar uma quantidade X de parcelas. Por exemplo: com a sua carta de crédito de R$ 300 mil, você oferece 10%, correspondente a R$ 30 mil.

Se essa for a maior oferta, você ganha o direito a receber sua carta de crédito. Em caso de empate, os participantes que ofertaram o valor mais alto passam por um sorteio, que vai definir o vencedor.

Lance fixo

Nessa modalidade é a administradora do consórcio que define quantas parcelas devem ser antecipadas. Por exemplo: todos os consorciados que ofertam 30% de lance fazem parte de um sorteio exclusivo.

Em qualquer uma dessas modalidades, o cuidado que se deve ter é com o momento da oferta, porque quanto mais pessoas fizerem o lance, menores são as possibilidades de você ser contemplado.

E para aproveitar a melhor oportunidade, aqui vai uma dica: é bom evitar dar lances nos últimos meses do ano, porque muitas pessoas recebem o 13º salário e, por isso, têm mais poder de compra e dinheiro disponível para esse processo. Além disso, muitos também optam por vender as férias nesse momento, conseguindo mais uma renda extra.

O ideal é dar o lance no começo do ano, especialmente em fevereiro. Isso porque os valores extras recebidos já foram gastos e as despesas de início de ano começaram, como matrícula na escola, pagamento de IPTU e IPVA, material escolar, entre outros. Assim você evita competir com muitos lances e consegue ter mais chances de receber a sua carta de crédito.

Outro detalhe relevante é que nem todas as administradoras de consórcio oferecem todos os tipos de lance. Por isso é importante analisar essa questão antes de assinar o contrato, já que ela estará especificada no documento.

Assim que você for contemplado, pode usar sua carta de crédito e adquirir o bem que deseja. Apenas verifique as etapas necessárias, que estarão descritas em contrato, e informe a administradora do consórcio a respeito de sua vontade de uso. Depois é só escolher seu carro novo e aproveitar!

Gostou de conhecer os três tipos de lance que existem? Então confira agora o nosso artigo que conta para você se realmente vale a pena participar de um consórcio!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *