Guia para a manutenção de caminhão sem erros

Quem trabalha com caminhões sabe que esses veículos percorrem longas distâncias diariamente e passam muito tempo nas estradas. Com essa rotina agitada, é comum esquecer de fazer a manutenção de caminhão regularmente e esperar algum problema acontecer para levar o automóvel ao mecânico.

No entanto, esse é um grande erro que coloca em risco a segurança, produtividade e lucro da atividade de transporte. Neste artigo, vamos explicar por que é essencial realizar a manutenção preventiva e listar os 10 principais cuidados que devem ser tomados na hora de inspecionar o caminhão. Confira!

A importância da manutenção preventiva

A manutenção preventiva é a verificação periódica dos componentes de um automóvel, com o objetivo de detectar antecipadamente possíveis avarias e prevenir falhas no funcionamento da máquina.

De acordo com o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), a manutenção preventiva é 30% mais econômica do que a ação corretiva (aquela realizada para consertar um problema já existente). Por isso, esse tipo de manutenção de caminhão deve ser encarado como um investimento.

As revisões regulares reduzem as chances de desgaste prematuro das peças de caminhão e prolongam a vida útil do veículo. Além disso, os riscos de falhas mecânicas e acidentes são muito menores, proporcionando segurança ao condutor e garantindo a integridade da carga.

Mesmo com todos esses fatores, muitos deixam a manutenção preventiva de lado com receio de afetar a produtividade — já que o caminhão ficará um tempo parado. No entanto, essa é uma lógica distorcida.

Ao atuar preventivamente, é possível agendar as idas ao mecânico de um modo que não atrapalhe seus fretes nem seu controle de despesas. Por outro lado, se a saúde do automóvel não estiver em dia, poderão ser necessários reparos emergenciais, que ocasionam paradas não planejadas.

10 cuidados para a manutenção de caminhão

Independentemente do modelo de caminhão, esse tipo de veículo conta com diversos componentes e uma mecânica bem mais complexa que os carros de passeio. Por isso, é essencial ter em mente quais são os itens mais importantes para uma manutenção eficiente.

1. Sistema de transmissão

Esse sistema opera à base de atrito: o câmbio funciona por meio de um conjunto de engrenagens que regulam o torque e a velocidade das rotações do motor, transmitindo sua potência para as rodas do veículo.

Portanto, é imprescindível garantir que o sistema de transmissão esteja sempre bem lubrificado. As peças que o compõem podem custar muito caro, então busque conservá-lo. Fique alerta se notar ruídos metálicos, marchas sem encaixe ou cheiro de queimado em marcha lenta.

2. Óleo

Trocar o óleo do motor é fundamental, especialmente para veículos pesados. Caso contrário, o motor pode até fundir. Para evitar que isso aconteça, verifique o nível do óleo pela vareta, confira se há vazamentos e examine se o óleo tem resíduos metálicos. A substituição deve ser feita ao atingir a quilometragem indicada pelo fabricante.

3. Motor

Embora os problemas com motor não sejam muito comuns, ele é um item indispensável para o funcionamento do automóvel. Então, sempre analise a temperatura, pressão do óleo, estado das válvulas, cilindros e pistões. Também é necessário garantir o funcionamento do sistema de arrefecimento, acrescentando o aditivo à água do radiador com frequência.

Powered by Rock Convert

4. Freios

O sistema de freios exige atenção redobrada na manutenção de caminhão, uma vez que as pastilhas e lonas não podem estar gastas. Para medir a espessura desses componentes, sugerimos o uso de um paquímetro. Revise também as mangueiras e bolsões de ar, lembrando de fazer regularmente a drenagem do líquido acumulado nesses compartimentos.

5. Iluminação

Um sistema de iluminação bem cuidado ajuda a evitar multas por infração de trânsito e a proporcionar mais segurança em situações de risco, como tempestades ou neblina.

No caso de queima de lâmpadas, basta fazer a substituição. Mas ainda é preciso se prevenir de panes elétricas ou mau contato, observando periodicamente os fusíveis e relês.

6. Suspensão

A manutenção de caminhão também deve envolver o sistema de suspensão, composto por vários itens — como bandejas, barra estabilizadora, molas e batentes. Além deles, é essencial inspecionar se os parafusos e buchas não estão frouxos e se os pinos centrais e de suporte demandam lubrificação. O macaco hidráulico é uma ferramenta que ajudará nessa tarefa.

7. Pneus

O estado dos pneus é extremamente relevante quando se trata de segurança. Quando desgastados ou mal calibrados, aumentam o risco de aquaplanagem e afetam a estabilidade do veículo.

Faça uma vistoria na banda de rodagem para identificar a profundidade dos sulcos e a integridade das laterais. Confira também as orientações do fabricante sobre a pressão e momento adequado para calibragem. E não se esqueça dos estepes!

8. Filtros de ar, óleo e combustível

O filtro de ar mantém impurezas longe do motor para favorecer a queima de combustível. Verifique esse item a cada troca de óleo — se estiver escuro, precisa ser substituído. Já os filtros de óleo e combustível eliminam as impurezas dos fluidos e devem ser trocados conforme as orientações do fabricante.

9. Sistema elétrico

Quanto mais recursos tecnológicos o caminhão tem, mais dependente ele fica do sistema elétrico. Então, observe o encaixe, limpeza e eventual oxidação dos principais itens que compõem esse sistema: cabos, alternador, terminais, bobinas e bateria.

Ainda em relação à bateria, é preciso ter atenção ao nível da solução destilada e aos polos, que não podem ter impurezas.

10. Baú

Para aqueles que trabalham com transporte de carga, os cuidados com o baú são muito importantes na manutenção de caminhão, para assegurar o bom acondicionamento da carga. Por isso, evite fixar objetos no ripamento interno do baú, pois ele pode ser danificado facilmente e deixar de proteger as chapas da caixa de carga.

Limpe o compartimento periodicamente, especialmente se transporta materiais corrosivos. A lavagem também ajuda a descobrir pontos de vazamento que poderiam causar perda de carga. Nesse caso, procure uma empresa especializada para trocar a massa de vedação.

Por fim, recomendamos que você crie um calendário para a manutenção de caminhão, com um checklist de todos os itens que precisam ser verificados. Também é muito importante contar com um profissional qualificado e de confiança para ajudar você nessa missão. Dessa maneira, seu veículo terá um bom desempenho por mais tempo, com mais segurança e menos gastos!

E, falando em redução de custos, aproveite para conferir 6 dicas valiosas para quem quer economizar na hora de comprar um caminhão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *