Guia para controle de gastos pessoais em 4 passos simples

Nunca é cedo ou tarde demais para começar um planejamento financeiro pessoal. Independentemente da fase em que você estiver na vida, se há algum dinheiro entrando na sua conta, é hora de pensar sobre controle de gastos pessoais. Infelizmente, muitos brasileiros só colocam esse assunto em foco quando conseguem entrar na faixa de renda que desejam.

Outras, em uma situação pior, pensam sobre isso apenas quando se encontram endividados. Mas, você não precisa entrar em um desses dois grupos para descobrir a educação financeira e administrar melhor seu dinheiro. As vantagens de fazer isso o quanto antes são muitas. Confira essas e outras informações relevantes neste post!

Qual a importância do controle de gastos?

Controlar seus gastos pessoais é fundamental para adquirir saúde financeira. Por isso, é uma atitude muito importante se você quer viver com mais qualidade e aproveitar melhor o seu trabalho e a renda que vem dele. Afinal, ninguém dedica tantas horas do seu dia a uma profissão para passar aperto nas finanças, não é mesmo?

O planejamento financeiro é, sem exageros, relevante para tudo que você faz na sua vida. Isso porque o dinheiro está em todas as suas atividades. É impossível ter uma moradia confortável, realizar sonhos de consumo e aproveitar viagens ou programas de lazer sem gastar algum valor.

O dinheiro se faz presente até mesmo em situações que não o envolvam diretamente. Por exemplo, quem deseja passar mais tempo com a família e os amigos precisa estar com as finanças em ordem para conseguir tirar dias de folga e curtir esses momentos sem preocupações em relação a dívidas ou contas a vencer.

Assim, um dos principais benefícios do controle de gastos pessoais é proporcionar estabilidade financeira. Quem sabe administrar seu dinheiro da melhor forma se expõe menos a instabilidades e dificuldades. Além disso, consegue poupar parte da sua renda para realizar projetos importantes e construir um patrimônio para o futuro.

Como manter um controle de gastos pessoais eficiente?

Se você quer começar agora mesmo a controlar melhor seus gastos, temos um passo a passo que vai ajudar nisso. Acompanhe!

1. Ter uma rotina de planejamento

O primeiro cuidado necessário para organizar as finanças e ser mais eficiente no controle delas é fazer disso um hábito na sua vida. Quem busca educação financeira aprende que a relação com o dinheiro deve ser bem-administrada para evitar exageros e desperdícios. Logo, é importante ficar sempre atento a como você lida com essas questões.

Quando o controle de gastos pessoais é um de seus maiores objetivos e entra na sua rotina, fica mais fácil economizar e adaptar seu orçamento para conquistar o que você deseja.

2. Organizar as despesas e receitas

Montar um orçamento pessoal é uma etapa indispensável dentro do seu planejamento financeiro. Ela começa com o registro das suas receitas e despesas. A dica é passar um mês observando como são os seus gastos e anotar todos eles — sejam fixos ou variáveis, grandes ou pequenos.

Ao fim desse período, você vai estar com o retrato do que é o seu padrão de consumo atual. Podemos chamar essa fase de diagnóstico das suas finanças. Depois de fazer isso, é preciso avaliar o que está acontecendo e tomar a liderança do seu controle financeiro. Ou seja, planejar decisões mais conscientes acerca da sua vida financeira. Um dos maiores ganhos nesse ponto é aprender a cortar gastos sem perder qualidade de vida.

3. Definir metas e objetivos financeiros

O que você deseja para suas finanças? Não há como conquistar maior eficiência no controle do dinheiro sem responder a essa pergunta. Nesse sentido, é importante pensar sobre os seus sonhos, sejam eles materiais ou não. A partir disso, será possível estabelecer metas financeiras ao longo do tempo.

Seus objetivos podem ser de curto, médio e longo prazo. Por exemplo, comprar um novo celular ou computador, fazer mais programas de lazer ou viajar para um local próximo são planos para cumprir em pouco tempo. Já fazer uma viagem internacional ou aumentar seu patrimônio, comprando uma casa ou carro, são metas maiores. E existem objetivos ainda mais distantes, como a aposentadoria.

4. Pesquisar sobre investimentos

Uma estratégia muito interessante para organizar os seus objetivos é pesquisar sobre investimentos. Eles ajudam a dividir seu dinheiro de acordo com cada plano. Por exemplo, a quantia poupada para uma viagem e outros objetivos de curto prazo pode ficar na poupança, separada da sua conta-corrente. Já o valor que você pretende investir para a compra de um carro ou de um imóvel será aplicado em um consórcio.

Além de favorecer a organização, os investimentos podem ajudar a antecipar suas metas, pois promovem a multiplicação do dinheiro investido. Nesse caso, é importante pesquisar as opções disponíveis para saber quais são as mais adequadas para o seu perfil de investidor e para cada objetivo que você tem.

Por onde começar a me organizar e a investir?

Você pode enfrentar alguma dificuldade para lidar com tantas informações como as que estamos trazendo. Mas, não se preocupe, essa é uma sensação comum — principalmente para quem não tem um histórico de controle financeiro ainda. Uma boa notícia é que existem algumas ferramentas que auxiliam nesse começo.

Os aplicativos financeiros são muito úteis para facilitar o registro das suas movimentações financeiras e o acompanhamento das suas metas. Opções como o Guia Bolso, Organizze e Meu Dinheiro vão permitir que você analise seus gastos por categoria e veja como está a sua caminhada até a conquista de cada objetivo definido.

Acompanhando de perto suas finanças, você consegue economizar e reservar um dinheiro para fazer seus primeiros investimentos. O ideal é escolher alternativas de baixo custo e menor risco para não enfrentar problemas nos seus primeiros passos como investidor.

Fazer o controle de gastos pessoais pode parecer uma tarefa complicada no começo, mas rapidamente você vai desenvolver esse hábito. Dessa forma, o planejamento fica mais fácil e o seu compromisso aumenta a cada dia. Com isso, é possível aproveitar todas as vantagens do equilíbrio financeiro e dos investimentos.

Quer saber mais sobre como começar a investir seu dinheiro? Leia nosso post com o passo a passo para iniciar seu pé de meia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *