Já fez seu pé de meia? O passo a passo para começar a investir hoje

Infelizmente, a população brasileira é conhecida por seu endividamento. No nosso país, alguns hábitos são bastante comuns: preferir fazer compras a prazo, entrar facilmente em financiamentos com altos juros e não ter dinheiro guardado, por exemplo. A maioria das pessoas ainda não consegue economizar.

Mas não precisa ser dessa forma! É possível mudar essa cultura e construir um bom pé de meia. Engana-se quem pensa que precisa deixar de viver para poupar. Na prática, não é difícil economizar dinheiro e garantir reservas financeiras para o seu futuro. Basta buscar conhecimento e ter compromisso.

Você quer saber como pode melhorar sua situação financeira e se tornar um investidor? Siga o passo a passo deste post e multiplique sua renda!

1. Organize suas contas para montar seu pé de meia

Quando chega o final do mês, você sabe exatamente para onde foi o seu dinheiro? Se sua resposta for não, essa será a primeira mudança necessária para transformar sua situação financeira. Antes de ver o dinheiro sobrar e conseguir investir, você precisa se organizar e conhecer sua realidade.

Comece registrando a sua renda e identificando todas as contas fixas. Vão entrar nessa lista os seus custos com moradia, transporte e alimentação, por exemplo. Crie também o hábito de anotar tudo o que gasta. Assim, além das contas mensais, você vai conseguir acompanhar os gastos flexíveis — como os de lazer.

Se você tem dívidas ou parcelas, não se esqueça de incluí-las nesse registro. Você pode anotar esses valores em um caderno, planilha de computador ou mesmo em um aplicativo de celular. Hoje em dia, a tecnologia facilita muito o controle financeiro.

Analisando suas anotações, é possível rever gastos, cortar supérfluos e economizar. Algumas atitudes simples, como refletir sobre seu padrão de consumo, mudar o plano de alguns serviços (como TV e internet) e procurar alternativas mais baratas para lazer e alimentação podem fazer muita diferença no seu orçamento.

2. Tenha objetivos

Fica mais difícil poupar dinheiro se você não sabe por qual motivo está fazendo isso. Muitas pessoas até iniciam uma reserva financeira e separam um valor por alguns meses, mas, logo que surge um gasto imprevisto ou um novo desejo de consumo, essa poupança é utilizada.

Isso acontece porque não havia objetivos claros para aquele valor. Assim, é essencial que você defina seus planos antes de começar a poupar. Quais são os seus sonhos para curto, médio e longo prazo? Você quer juntar dinheiro para fazer uma viagem no fim do ano? Trocar de carro daqui a dois anos? Ou para ter uma aposentadoria mais tranquila?

Para conseguir poupar com constância e compromisso, faça uma lista com os objetivos que você tem para o seu dinheiro. Lembre-se também que é fundamental ter uma reserva de emergência. Antes de pensar nos sonhos para o futuro, reserve pelo menos 6 meses do seu custo de vida. Assim, você fica mais seguro contra imprevistos, como a perda de emprego.

3. Estabeleça metas mensais para poupar

Você não precisa focar em apenas um objetivo nos seus investimentos. É possível administrar diversas reservas de dinheiro. Alguém pode economizar, ao mesmo tempo, para trocar de carro no próximo ano e para se aposentar daqui a 20 anos, por exemplo. Para isso, é importante se organizar e definir metas para seu pé de meia.

Se você quer conquistar os seus sonhos, vai precisar se dedicar. Assim, estabelecer valores para reservar todo mês é um passo necessário. Nesse ponto, a constância é mais importante que a quantidade: mesmo pouco dinheiro, quando poupado regularmente, aproxima você da realização de seus projetos.

4. Conheça os tipos de investimentos disponíveis

Quando falamos em poupar dinheiro não estamos nos referindo necessariamente à poupança. Na verdade, esse tipo de investimento está caindo em desuso, porque os brasileiros estão descobrindo outras opções mais rentáveis. Quem quer reservar dinheiro e aumentar seu patrimônio tem várias alternativas.

Podemos dividir os investimentos de acordo com o risco que eles oferecem. Basicamente, temos opções de baixo, médio ou alto risco. Em geral, quem está começando tem o perfil conservador, ou seja, procura um investimento seguro, pelo menos até começar a entender melhor como tudo funciona.

Uma alternativa simples, barata e de baixo risco é o consórcio. Ele é ideal para as pessoas que ainda estão desenvolvendo o hábito de poupar. Se você quer sair do endividamento e virar um investidor, essa é uma boa opção para garantir que o dinheiro seja reservado todo mês, impedindo gastos com outras coisas.

O consórcio é também a melhor forma de aumentar seu patrimônio e adquirir bens de maneira planejada, sem o pagamento de juros. Se um dos seus objetivos é comprar um carro ou uma casa, por exemplo, recorrer a ele é uma ótima ideia.

Outros investimentos de baixo risco são os títulos do Tesouro Nacional e a renda fixa privada — modalidade em que você empresta seu dinheiro a um banco. E quem está aberto a correr riscos maiores em busca de mais rentabilidade pode investir ainda na bolsa de valores. Mas atenção: nunca coloque todo o seu dinheiro em um investimento arriscado.

5. Saiba como investir

Depois de conhecer todas as modalidades de investimentos e decidir em qual delas você vai colocar o seu pé de meia, é hora de saber como fazer isso. Para entrar em um consórcio, por exemplo, você precisa encontrar uma empresa administradora com as melhores condições de pagamento e contemplação.

Já quem quer investir em outras opções pode entrar em contato com o seu gerente de banco e se informar sobre o que a instituição oferece. Também é vantajoso abrir uma conta em uma corretora de valores, empresas especializadas em investimentos. Nelas, você vai poder investir nos títulos do Tesouro e em diversos bancos, assim como na bolsa de valores.

Montar um pé de meia e enriquecer não é tão difícil quanto parece. Muitas pessoas ainda acham que para se tornar um investidor é preciso ter muito dinheiro. Esse é um mito. Com valores menores já é possível aumentar seu patrimônio e ver a renda crescer. Quem se compromete em economizar e poupar consegue realizar seus sonhos!

E então, o que achou do post? Está animado para mudar a sua vida financeira? Continue no blog e leia sobre os 7 segredos para economizar ganhando pouco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *