Planejamento financeiro empresarial: como o consórcio pode ajudar?

Ver a empresa prosperar e se tornar cada vez mais sólida no mercado é um dos principais objetivos de todo gestor. E, obviamente, isso só pode acontecer em um cenário de planejamento financeiro empresarial: é preciso ter sabedoria e experiência para lidar com as questões financeiras da empresa, garantindo segurança em momentos mais difíceis e mobilidade para investimentos que podem ser determinantes para o crescimento.

Nesse contexto, o consórcio empresarial pode ser uma estratégia eficiente e muito simples para as empresas, na medida em que se configura como uma opção de baixo custo, alta segurança e retorno garantido.

Assim, é possível investir em um consórcio empresarial para aumentar o patrimônio da empresa sem comprometer o capital de giro, que pode e deve ser usado para outras questões, como os gastos pontuais da rotina da empresa e mesmo imprevistos a que sempre estamos sujeitos.

Por todos esses motivos, o consórcio se configura, então, como uma das melhores formas de investimento para sua empresa.

Aproveite a leitura para compreender como o consórcio pode ser utilizado por você no planejamento financeiro empresarial e se prepare para encontrar formas de crescer com constância e segurança, em um mercado cada vez mais desafiador e competitivo. Confira!

A saúde financeira da empresa

Não é segredo para nenhum gestor que o bom funcionamento da empresa está diretamente relacionado à sua saúde financeira. Uma organização que consegue manter as suas contas em dia e reservar uma quantia mensal para alimentar o capital de giro e mesmo fazer alguns investimentos têm muito mais chance de se consolidar no mercado.

Isso acontece porque atuar sempre no limite (ou seja, lucrando uma quantia muito próxima aos custos fixos) é bem arriscado e pode comprometer a estratégia da empresa no longo prazo. Em caso de um imprevisto, por exemplo, pode ser necessário pegar um empréstimo a juros altos, o que pode ser bastante complicado e gerar problemas seríssimos para o caixa.

Por isso, ao pensar no planejamento financeiro empresarial é muito importante encontrar formas de movimentar as finanças do negócio, investindo em crescimento, mas sem que isso implique comprometer grande parte da verba da empresa.

E é justamente aqui que podemos entender a relevância de um consórcio empresarial como estratégia de crescimento. Para tanto, basta lembrar que se trata de uma opção com custos interessantes, já que não há a incidência de juros no valor do investimento.

Assim, é possível aumentar o patrimônio e renovar a frota, pensando na prosperidade imediata e no longo prazo, sem que seja necessário investir grandes valores de uma só vez.

O consórcio como estratégia de prosperidade

Um dos pontos mais importantes para o crescimento de uma empresa é o seu planejamento estratégico. É responsabilidade do gestor pensar nos objetivos e metas da marca, seja a curto ou longo prazo. E, claro, a partir dessas definições, é preciso tomar decisões e se adaptar às demandas do mercado, definindo estratégias adequadas de crescimento.

consórcio empresarial pode ser visto como uma estratégia interessante de prosperidade. A dinâmica é pensada justamente para pessoas ou empresas que precisam adquirir bens e serviços sem grandes investimentos imediatos.

Como o consórcio não tem juros, é possível utilizar o valor economizado em cada parcela para fortalecer a saúde financeira da organização, reinvestindo o valor em outras frentes importantes para a empresa, sem, no entanto, abrir mão do crescimento constante.

E essa dinâmica é fundamental para a empresa, que nunca pode estar parada diante das mudanças no cenário externo.

O sistema de consórcio para empresas

Em um sistema de consórcios, a empresa determina qual o bem quer adquirir, qual o valor possível das parcelas e o prazo máximo para contemplação. A partir disso, é possível organizar um sistema de participação constante em um consórcio, quando a empresa poderá, então, ter um fluxo fixo de atualização de seus bens.

Por exemplo, se você precisa manter uma frota sempre atualizada de veículos ou caminhões, é possível fazer uma negociação com uma empresa especializada em consórcios. À medida que os veículos vão se tornando antiquados e surge a necessidade de renovação, é possível revendê-los e utilizar o dinheiro para iniciar um novo consórcio.

Nesse sistema, a sua empresa estará sempre investindo uma quantia possível e confortável na renovação de frotas, conseguindo, assim, se diferenciar da concorrência, mantendo a qualidade do serviço e preservando a sua saúde financeira.

A importância de se manter o patrimônio atualizado

Em um mercado cada vez mais competitivo e complexo, as empresas devem manter um esforço constante para oferecer serviços e produtos de qualidade. Pensando nisso, é importante afirmar que a atualização do patrimônio é fundamental.

Além de trazer segurança para a empresa, um patrimônio crescente significa a possibilidade de investimentos constantes em estrutura, o que pode ser fundamental para a diferenciação da marca.

Por exemplo: operar com veículos sempre novos é uma premissa básica para empresas de transporte de cargas, locadoras de automóveis, entre outras. Assim, se a sua empresa participa constantemente de um consórcio, será possível substituir gradativamente toda a frota, sem desequilibrar as suas finanças.

Aproveite as boas condições do consórcio, a ausência de juros e a flexibilidade da estrutura para investir no crescimento da sua empresa. E lembre-se: o planejamento é o ponto de partida para o sucesso de qualquer negócio.

O consórcio empresarial é, muito mais do que uma possibilidade de aumentar a sua frota e manter o seu patrimônio sempre em crescimento, uma forma interessante de cuidar da saúde financeira da sua empresa.

Utilize o planejamento estratégico da organização em favor da manutenção do capital de giro e da consolidação da saúde financeira, explorando outras alternativas para a valorização da empresa. Não vai ser difícil perceber como essa estratégia pode ser fundamental para o sucesso.

E agora que você já conhece os benefícios e diferenciais de um consórcio empresarial, é hora de firmar parcerias promissoras com empresas especializadas, que têm know-how e experiência no mercado de consórcios e que, justamente por isso, podem oferecer opções adequadas às suas necessidades.

Os 7 benefícios do consórcio para o planejamento financeiro empresarial

Porém, se você ainda tem algumas dúvidas, apresentamos em seguida uma lista com 7 motivos pelos quais o consórcio é um excelente instrumento tanto para a elaboração quanto para a execução do planejamento financeiro empresarial.

1. Previsibilidade das aquisições

Quando se trata de planejar o futuro de um negócio, é comum o gestor analisar os pontos fortes e fracos da empresa (ambiente interno), além das oportunidades e ameaças do contexto em que ela está inserida (ambiente externo).

Enquanto as duas primeiras variáveis podem ser controladas pela gestão, as duas últimas não. Diante dessa constatação, o empresário precisa saber se programar corretamente para estar apto a atuar em múltiplos cenários, sejam de crise ou de crescimento econômico.

Nesse sentido, o consórcio tem como atributo proporcionar previsibilidade para aquisições de bens e serviços para o negócio. Como a escolha do prazo do plano depende da opção feita pelo consorciado, fica mais fácil adequar esse período às necessidades do empreendimento.

2. Capacidade de planejamento a longo prazo

Um dos objetivos implícitos do planejamento financeiro empresarial é reduzir ao máximo as incertezas de um negócio. Quanto mais o gestor puder antever o futuro, com mais antecedência ele tomará decisões e, com isso, aumentará as chances de obter êxito nos projetos desenvolvidos.

Na área de logística, por exemplo, em que há constante evolução tecnológica, é indispensável que o negócio esteja a par das inovações do mercado e que mantenha sempre uma frota atualizada.

Quem financia os veículos por um lado antecipa a chegada do bem, mas por outro adquire uma dívida considerável, devido aos juros embutidos na negociação. Se não bastasse isso, quando termina de quitar o financiamento, geralmente de médio a longo prazo, a empresa já conta com uma frota novamente desatualizada por causa do tempo decorrido.

Ao contrário, com o consórcio o empreendimento inicia um círculo virtuoso na gestão. Sabe por quê? Nesse caso, a aquisição do bem parte de uma decisão de compra programada, baseada na poupança de recursos.

Assim, ao se planejar para o longo prazo, a empresa define quando chegarão os novos veículos. Além disso, ela busca utilizar capital próprio para a aquisição, mas sem imobilizá-lo por completo, afinal, o pagamento é feito em parcelas.

Dessa forma, quando o estabelecimento é contemplado no consórcio, é possível que já tenha pagado uma parte significativa do valor do bem. Com isso, não há acúmulo de dívida, mas sim investimento no patrimônio.

3. Economia de recursos

De forma simples, eficiência é fazer mais com menos recursos. No caso das empresas, ser eficiente é condição fundamental para o sucesso nos negócios, afinal, com custos reduzidos, o empreendimento pode oferecer preços atrativos para os clientes.

Ao realizar o planejamento financeiro empresarial, é comum muitos gestores estabelecerem metas de economia para as equipes de trabalho. Nesse contexto, o consórcio é uma excelente maneira de alcançar a tão almejada diminuição de gastos.

Por se tratar de uma modalidade de autofinanciamento, em que várias empresas se unem para formar uma poupança comum, com o objetivo de adquirir os bens pretendidos pelos membros do grupo, o consórcio empresarial contribui consideravelmente para o uso eficiente de recursos.

Pelo fato de essa modalidade de compra não conter juros, mas somente uma taxa de administração para a administradora do consórcio, o dinheiro da empresa é realmente utilizado para a aquisição do bem e não para o pagamento de dívidas financeiras. Com isso, o negócio paga um preço justo pelo veículo.

4. Concretização das metas do planejamento financeiro empresarial

Qualquer plano perde importância se, no final das contas, não é posto em prática, concorda? Não raramente, a falta de recursos é um dos principais empecilhos para que os negócios conquistem as metas estipuladas durante o planejamento financeiro empresarial.

Por esse motivo, os empreendimentos até conseguem se manter no mercado, apenas com o custeio das atividades rotineiras, essenciais ao funcionamento da empresa, mas nem sempre são capazes de subir novos degraus na escada de desenvolvimento. Com isso, o estabelecimento fica num patamar de estagnação.

A vantagem do consórcio é justamente romper com essa realidade. Como essa modalidade de compra não requer um aporte inicial considerável, a empresa pode iniciar a aquisição de bens, sem comprometer a atividade-fim do negócio.

Dessa maneira, ela age proativamente para cumprir as metas do planejamento e não fazê-lo um mero documento sem correspondência com a realidade.

5. Renovação constante do patrimônio

Uma empresa, para alcançar ou manter o sucesso, não pode ficar estática no tempo. Logo, se o gestor pouco atuar para melhorar o negócio, a tendência é de que o empreendimento fique obsoleto e, assim, venha a ser ultrapassado pelos concorrentes.

Como nem sempre esse movimento de decadência de uma organização é visível, ao menos no curto prazo, o empresário deve ficar atento para não expor o negócio a esse risco. Uma das maneiras de evitar que o estabelecimento passe a caminhar para trás é justamente o investimento em renovação do patrimônio.

Nesse contexto, vale a máxima: um passo de cada vez. Se comprar o bem à vista é praticamente inviável, do ponto de vista econômico, realizar a compra programada por meio de consórcio é uma resposta ativa da empresa à necessidade de atualização de tecnologia nos processos produtivos.

6. Estímulo para atuação competitiva

Com mais eficiência, a organização tende a ser mais competitiva no mercado, seja por meio de preços baixos, velocidade nas tarefas, qualidade dos serviços etc. Como o consórcio contribui para um uso racional dos recursos, ele também ajuda no aumento da competitividade da empresa.

Num ambiente de forte disputa pelos clientes, isso ganha bastante importância, principalmente para a empresa se manter à frente dos concorrentes no que diz respeito à estrutura necessária para a prestação do serviço de transporte com agilidade.

7. Mobilidade no uso da carta de crédito

Um bom planejamento não pode ser rígido, pois sempre é preciso ter certa margem de manobra diante dos imprevistos ou das necessidades futuras. Nesse sentido, o consórcio tem como ponto positivo o fato de a carta de crédito poder ser utilizada para várias finalidades e, não necessariamente, para a compra do bem anteriormente especificado no plano.

Embora essa condição tenha que estar prevista no contrato do consórcio, tal possibilidade proporciona liberdade para o gestor na hora de aplicar os recursos da carta de crédito.

As informações contidas neste post contribuíram para ajudar você na gestão do seu negócio? Compartilhe-o, então, nas suas redes sociais e auxilie seus parceiros na melhoria do planejamento financeiro empresarial.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.