É profissional autônomo e quer economizar? Conheça as nossas dicas

Ter controle financeiro como profissional autônomo pode ser um desafio para alguns. Porque os rendimentos podem variar de acordo com o mês, o que dificulta o gerenciamento de gastos.

Por mais que a natureza do trabalho autônomo exija mais preocupação com o gerenciamento das finanças, economizar e alcançar a segurança financeira é possível. Para isso, é importante colocar em prática algumas estratégias.

Uma delas é fazer uma análise da vida financeira, anotar gastos e cortar despesas supérfluas. Conheça algumas dicas indispensáveis para o profissional autônomo que quer economizar.

Faça uma análise da sua vida financeira

O primeiro passo para economizar como profissional autônomo é saber a real situação das suas finanças. Nesse sentido, reserve um tempo para entender como anda sua vida financeira.

Liste uma média de receitas mensais e faça uma previsão de gastos por mês, categorizando essas despesas. É importante separar aquelas que são essenciais das não essenciais, além de dividir gastos variáveis e fixos.

Aluguel, por exemplo, é um gasto essencial e fixo. Já despesas com lazer são variáveis e não essenciais. Separar o que você gasta por área é um passo importante, pois ajuda a perceber com clareza em quais categorias do orçamento estão as maiores despesas e em que áreas é possível cortar gastos, caso seja necessário.

Para melhor controle, considere na sua análise pontos como dívidas, financiamentos e investimentos. Saber suas prioridades financeiras ajuda a definir o quanto você precisa economizar por mês.

Outro ponto importante é planejar a criação de uma reserva de emergências. O ideal é guardar um valor equivalente a, pelo menos, sete meses de despesas mensais. Dessa forma, você se protege financeiramente caso tenha algum imprevisto pelo caminho, como uma obra em casa ou uma doença na família.

Anote todos os gastos

Depois de saber a real situação das suas finanças, é hora de tornar o controle de despesas uma realidade.

Para economizar, é preciso saber para onde está indo o dinheiro e em que categorias do orçamento você precisa gastar menos para sobrar algo no final do mês. O ideal é estabelecer uma meta de gastos para cada área, como moradia, cuidados pessoais, alimentação e lazer.

Ao longo do mês, anote os gastos em um aplicativo, em uma planilha ou mesmo em um caderno. Acompanhe se você está conseguindo se manter dentro da meta. Caso ultrapasse as despesas em uma categoria, busque compensar em outra. Dessa forma, seu gasto total mensal não ultrapassará o planejado.

Anotar os gastos não é apenas uma forma de garantir que suas despesas não vão superar as receitas: ao controlar o valor de cada despesa e a categoria a qual ela pertence, você consegue definir em que áreas pode cortar ou, pelo menos, reduzir gastos.

Além disso, consegue perceber se andou gastando mais do que devia em categorias que não são tão importantes para você. Isso pode ser um estímulo para evitar despesas supérfluas e usar seu dinheiro em áreas que são realmente prioritárias para você e para sua família.

Não misture a conta pessoal e a profissional

O profissional autônomo que quer economizar deve seguir uma regra de ouro: nunca misturar a conta pessoal e a profissional. Ao mesclar gastos de trabalho com os de casa, fica difícil saber se as receitas estão realmente crescendo e superando os gastos, além de dificultar na hora de planejar investimentos na sua carreira.

O ideal é manter duas contas distintas: uma pessoal e outra para sua atividade profissional. Fazer essa distinção não só facilita o controle financeiro como permite que você tenha mais clareza em relação aos investimentos que deseja fazer no seu trabalho.

Uma manicure, por exemplo, deve concentrar os gastos em material como esmaltes, acetona e afins na sua conta profissional — porque é material de trabalho.

O mesmo vale para quem trabalha como motorista de aplicativo: todas as despesas com o carro devem sair da conta profissional, e não da pessoal. Isso facilita o gerenciamento das finanças e evita que você corte gastos em áreas que são importantes para a boa execução do trabalho e para o seu crescimento profissional.

Corte despesas desnecessárias

Com um orçamento em mãos, fica fácil saber qual é sua receita média e suas principais despesas. Isso é importante porque permite que você analise quais desses gastos são supérfluos. Para que isso aconteça, olhe com atenção suas despesas mensais e veja quais não fazem tanta diferença assim.

Não é raro descobrir gastos que você nem se lembra de ter feito, como um pedido de delivery ou uma assinatura de um serviço que você nem usa mais. Para economizar e alcançar a segurança financeira, é preciso cortar certas despesas. Comece por aquelas que não fazem tanta diferença assim para seus objetivos de vida.

Em alguns casos, você não precisa cortar todo e qualquer supérfluo, mas pode reduzi-los substancialmente ao criar o hábito de anotar e acompanhar gastos. Em vez de pedir delivery três vezes por semana, você pode reduzir para uma vez por mês, por exemplo.

Invista em consórcios

Apesar de saber da importância de economizar, muitas vezes o profissional autônomo tem dificuldades para guardar parte do que recebe todo mês. Assim, acaba gastando em áreas do orçamento que nem são tão importantes.

Uma estratégia para driblar esses gastos por impulso e garantir a segurança financeira da sua família é investir em consórcios. Essa é uma maneira de aplicar parte da sua renda mensalmente em algo que, no futuro, se tornará um bem seu, seja um imóvel, seja um carro.

Pagar parcelas de consórcio é uma forma de garantir que parte da sua renda será usada em algo que dará segurança. Além de ser um investimento seguro, você ainda tem a chance de ser sorteado e poder desfrutar do imóvel ou do carro antes mesmo de terminar de pagar.

Por mais que economizar possa parecer um desafio para o profissional autônomo, guardar dinheiro é algo possível. Siga nossas dicas para organizar sua vida financeira e garantir a segurança para você e para sua família no futuro.

Com alguns passos simples, você cria novos hábitos, melhora seus rendimentos e conquista bens importantes, como um primeiro imóvel, sem muito esforço.

Gostou deste post sobre dicas de economia para profissionais autônomos? Então, assine nossa newsletter para ter acesso a outros conteúdos como este no seu e-mail!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.