É possível usar FGTS para quitação do consórcio?

Muitas pessoas não sabem, mas é possível utilizar o FGTS para quitar consórcio. Essa informação é muito útil, pois adquirir uma carta de crédito é um investimento em longo prazo. Então, durante o período de vigência de contrato, acontecem diversas mudanças na situação financeira do consorciado.

Por isso, é preciso fazer um planejamento financeiro ao contratar um consórcio, principalmente no caso de cartas de crédito para imóveis. Custos extras e compras supérfluas devem ser evitados para não comprometer o orçamento de forma que as prestações atrasem.

Para quem deseja quitar o consórcio mais rápido, utilizar os recursos do FGTS é uma boa solução. Para saber como, continue a leitura deste post.

Quando o FGTS pode ser usado para quitação de consórcio?

O FGTS pode ser usado para quitar consórcio somente em casos de carta de crédito para compra de imóvel, mas é preciso que alguns requisitos sejam atendidos para que o recurso possa ser utilizado. Uma das exigências é que o imóvel deve ser residencial urbano e destinado à moradia do consorciado.

Já para casos de pessoas que desejam usar a carta de crédito para comprar um lote, o FGTS só pode ser usado se a compra estiver associada à construção do imóvel. Além disso, o consorciado não deve possuir outro imóvel financiado e precisa ter pelo menos 2 anos de trabalho com carteira assinada.

É possível usar dois ou mais FGTS?

A vantagem de quitar consórcio com o uso do FGTS é que é possível utilizar o benefício dos dois cônjuges. No caso de casamento com comunhão total ou parcial de bens, esse fator é bastante positivo, já que, se o esposo ou esposa do consorciado tiver um valor alto no Fundo de Garantia, a dívida será paga mais facilmente.

Como fazer isso na prática?

Há várias formas diferentes de usar o FGTS para quitar um consórcio de imóvel. Veja quais são elas.

Dar lance

É possível usar 100% do saldo do FGTS para ofertar um lance e receber sua carta de crédito mais rápido. Para usar o benefício, basta apresentar o extrato de seu FGTS na administradora de consórcio.

Complementar a carta de crédito

O saldo do FGTS também pode ser usado para complementar o valor da carta de crédito. Explicando melhor: se você quer adquirir um imóvel de R$ 200 mil, mas contratou uma carta de crédito para R$ 180 mil e tem um saldo de R$ 20 mil em sua conta, pode utilizar o saldo para complementar o valor da carta.

Em ambos os casos, o valor do FGTS será liberado diretamente ao vendedor do imóvel. Quando o consorciado adquire um imóvel pronto, a liberação ocorre após a assinatura do contrato e registro do bem no Cartório de Registro Imobiliário.

Para imóveis em construção, a liberação dos recursos é feita mediante comprovação de conclusão da obra.

Amortizar ou liquidar o saldo devedor

O FGTS também pode ser utilizado para fazer o adiantamento de parcelas e quitar a dívida em menor tempo. Dessa forma, se o consorciado tiver um saldo devedor de R$ 80 mil e R$ 20 mil na conta de FGTS, pode liquidar uma parte da dívida. Dessa forma, ele fica devendo R$ 60 mil.

Se ele tiver o valor total da dívida, que nesse caso é de R$ 80 mil, consegue quitar sua carta de crédito. O cliente pode usar o recurso para quitar ou amortizar uma ou mais cotas para a compra de um único imóvel. No entanto, para fazer a amortização, as parcelas do consórcio devem estar em dia.

Pagar parte das prestações do consórcio

O valor do FGTS pode abater até 80% do valor das próximas 12 parcelas a vencer. A vantagem dessa opção é que é possível utilizá-la todo ano, desde que esteja dentro das normas.

Além disso, se o consorciado estiver com prestações em atraso, pode usar o benefício para amortizar parte delas. No entanto, o FGTS pode ser usado nesse caso somente para quitar parte de até 3 parcelas em atraso.

No entanto, é possível abater parte do valor após ser contemplado ou ter o imóvel entregue.

Os recursos do FGTS podem ser usados mais de um vez?

Como um consórcio de imóveis é um investimento em longo prazo, é possível utilizar os recursos mais de uma vez para quitar consórcio. No entanto, há um intervalo para isso. A seguir, vamos citar quanto tempo é necessário esperar para usar o FGTS em cada uma das seguintes situações:

  • aquisição ou construção: o recurso só poderá ser utilizado novamente após 3 anos da primeira utilização;
  • amortização ou liquidação: nesse caso, é necessário aguardar um período de 2 anos entre uma utilização e outra;
  • pagamento de parte das prestações: ao término do prazo de utilização máximo de 12 meses, o consorciado poderá utilizar os recursos do FGTS novamente.

Qual é o passo a passo na hora de utilizar o FGTS para fazer esse pagamento?

Para pagamento do consórcio por meio do FGTS, o consorciado deve solicitar um boleto de quitação do plano. Na Bamaq, geramos a fatura que o cliente leva à agência da Caixa e solicita o pagamento com o valor disponibilizado do fundo de garantia.

Quais são os diferenciais da Bamaq em relação a outras administradoras?

A Bamaq tem como diferencial a missão de realizar sonhos junto com o cliente. Para isso, a empresa conta com um time do setor comercial altamente capacitado para realizar um atendimento personalizado.

Nossa equipe apresenta as melhores opções de planos de pagamento e acompanha toda a trajetória do cliente dentro da empresa, desde a contratação do consórcio até a quitação. O melhor de tudo é que nossos consultores oferecem os melhores produtos de acordo com a realidade do cliente.

Como você viu, não há segredo para quitar consórcio com uso dos recursos do FGTS. As regras são praticamente as mesmas que usar o benefício para quitar um imóvel financiado, salvo as regras específicas para consórcio. Então, se você quer usar seu saldo para pagar sua carta de crédito, fale com sua administradora para saber por onde começar.

Gostou do post e quer conhecer melhor nossos produtos? Entre em contato agora mesmo e converse com um de nossos consultores!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.