Vai comprar o primeiro carro? Veja 7 erros comuns para evitar

Adquirir o primeiro carro é, ao mesmo tempo, o maior sonho e um grande desafio para os brasileiros. São muitos detalhes envolvidos nessa compra e é preciso ter atenção a todos eles. Só assim você evita que a realização do seu projeto se transforme em uma dor de cabeça.

Este post é especial para os compradores de primeira viagem. Quer saber exatamente o que é preciso observar para garantir o melhor negócio? Evite estes sete erros e tenha a certeza de realizar uma ótima compra!

1. Considerar apenas a estética do veículo

Sabemos que os brasileiros são loucos por carros. É normal ter suas preferências estéticas e sonhar em dirigir por aí aquele veículo que você acha lindo! O problema é que ele nem sempre é a melhor escolha. Sim, você precisa considerar muito mais do que a estética na hora de comprar um carro.

A primeira coisa que você precisa pensar é no seu objetivo. Quais são as suas necessidades? Comprar um veículo para andar com a família é diferente de adquirir um para trabalhar ou para viajar, por exemplo. Por isso, não se esqueça de observar se o carro de que você gosta é o modelo ideal para atender ao que você precisa.

Tenha atenção, também, com outros detalhes, como o fabricante do veículo, a sua taxa de consumo de combustível, a desvalorização daquele modelo no mercado e o preço das manutenções e do seguro. Se você foca apenas a estética, pode acabar tendo problemas com alguns desses pontos.

2. Esquecer de pesquisar sobre o modelo

Além de conhecer as suas necessidades com o carro, você precisa pesquisar a fundo as características dos modelos interessantes. Atualmente, há alguns sites que analisam carros, fazem fóruns com proprietários e comparam diversos modelos entre si. Ou seja, você tem muitas informações relevantes disponíveis. Comprar um veículo sem aproveitar essa facilidade é um grande erro.

Assim, nunca faça uma compra por impulso. Lembre-se de que um carro é um bem durável, que vai acompanhar você e a sua família por alguns anos e, provavelmente, será trocado por outro modelo no futuro. Fazer uma boa compra e conservar o seu veículo é fundamental para não ter problemas nem perder dinheiro.

Para realizar uma pesquisa cuidadosa sobre o seu primeiro carro, liste as opções de que você mais gosta e anote tudo o que achar sobre elas na internet (também vale a pena considerar a opinião de conhecidos). Busque informações sobre conforto, dirigibilidade, potência, consumo de combustível e preço dos impostos, manutenção e seguro.

3. Ter pouca atenção na escolha do fornecedor

Não feche negócio no primeiro local que tenha o carro de que você gosta. Pesquisar diferentes fornecedores e conhecer a procedência deles é uma forma de evitar dores de cabeça e até mesmo golpes. Isso vale para a compra de carro zero ou usado. Você precisa ter segurança na concessionária ou revendedora.

Para garantir isso, converse com amigos e familiares, e peça indicação de lojas onde eles já tiveram boas experiências. Pesquisando na internet também é possível ter informações sobre o fornecedor, lendo a opinião positiva ou negativa dos clientes. Não é perda de tempo investir nessa pesquisa — ela pode livrar você de grandes problemas no futuro.

4. Desconhecer as garantias da compra

Infelizmente, muitas pessoas fecham negócio no primeiro carro sem saber quais são os seus direitos. Com isso, elas se expõem a possíveis conflitos ou prejuízos. Se você está comprando um carro novo, pergunte sobre a garantia e anote todas as informações. Conheça também as condições para não perder esse direito.

Quem está adquirindo um carro usado precisa de um pouco mais de atenção. O veículo, provavelmente, não está mais na garantia do fabricante, mas, se comprado em loja, você tem cobertura de pelo menos 90 dias. Atenção: mesmo que o contrato diga que a garantia é apenas para câmbio e motor, o Código de Defesa do Consumidor determina que todo produto esteja coberto.

5. Pensar apenas no preço do veículo

É muito comum que a ansiedade de ter o primeiro carro faça com que o consumidor foque somente o valor que a loja está pedindo pelo modelo. Tenha cuidado com esse ponto, pois na verdade você vai pagar muito mais do que isso.

Quem compra um carro zero tem que desembolsar algumas taxas iniciais, como IPVA e emplacamento. Se você está comprando um carro usado também não se livra de valores extras — vai ter que pagar, por exemplo, a taxa de transferência para passar o bem para o seu nome.

Além de pagar essas taxas, você tem que saber que o veículo traz uma série de outros custos fixos para o seu orçamento. Assim, para realizar uma boa compra, tenha clareza do quanto você vai gastar com combustível, IPVA e licenciamento, revisões e seguro (caso opte por um).

6. Deixar de avaliar o carro em um mecânico de confiança

Pesquisar bastante sobre o modelo e realizar um test drive cuidadoso são ótimas ações, mas não deixe de pedir a avaliação de um profissional. Isso não é válido apenas para quem compra carro usado. Se você está adquirindo o seu primeiro carro zero também deve contar com o olhar experiente de um mecânico.

Muitos detalhes acabam passando despercebidos na hora de comprar um carro, principalmente se você não tem muito conhecimento ou está ansioso com a compra. Por isso, levar alguém experiente e neutro é uma grande ajuda. Ele pode dar dicas sobre o melhor modelo e até perceber defeitos ocultos no veículo.

7. Descuidar na forma de pagamento mais vantajosa

Por fim, um erro muito comum ao comprar o primeiro carro é optar por uma forma de pagamento ruim. Algumas pessoas trocam a alegria de um sonho realizado pela tristeza de adquirir uma grande dívida. Por isso, tenha muito cuidado ao pedir um empréstimo ou financiamento e se afundar nos juros.

Se você não tem o dinheiro para pagar um carro à vista, a melhor forma de pagamento é o consórcio. Assim, você parcela o valor do veículo sem pagar juros e, ao receber sua carta de crédito, pode negociar a compra com as vantagens de ter o dinheiro todo em mãos. Não é ótimo?

Evitando estes sete erros, você compra o seu primeiro carro sem problemas e pode curtir muito essa vitória. Alguns detalhes separam você do seu grande sonho, mas tomando esses cuidados é possível superar as dificuldades e garantir um ótimo negócio!

O que achou das dicas? Tem alguma dúvida? Deixei um comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *