Vale a pena fazer consórcio em bancos? Conheça as outras opções

Quando o assunto é renovar a frota da sua empresa, o consórcio em bancos parece ser uma boa opção. Será mesmo?

A verdade é que existem empresas especializadas no assunto, que podem fornecer um atendimento melhor e mais eficiente. Além disso, uma série de vantagens podem ser perdidas quando você opta por fazer um consórcio com um banco.

Para entender melhor esse assunto, este post vai mostrar se vale a pena o consórcio realizado em bancos. Também vamos trazer algumas opções para que você possa fazer a escolha mais adequada para o seu caso. Vamos lá?

Consórcio em bancos

O consórcio é uma boa opção de negócio para quem deseja renovar a frota da sua empresa com tranquilidade, sem endividamento e pagamento de juros. Ele pode ser feito por meio de bancos ou empresas especializadas, as chamadas administradoras de consórcio.

A diferença entre eles é que, para o banco, o consórcio é apenas mais uma oportunidade de fechar negócio com clientes e também com não correntistas. Na prática, isso significa que o atendimento não é especializado, o que pode causar alguns transtornos para o consorciado.

Veja a seguir quais são as situações que podem impactar negativamente o investimento em um consórcio realizado com bancos:

Maior valor das taxas cobradas

O consórcio não sofre a incidência de juros, o que é uma boa perspectiva para o consorciado. O que é cobrado é a taxa de administração, que tem um valor bem mais baixo.

O percentual depende da modalidade contratada e da administradora/banco com que você fechou negócio. Por exemplo: no Banco do Brasil é possível contratar um consórcio de carro com uma carta de crédito a partir de R$ 24.101,00. O prazo máximo de pagamento é 84 meses e taxa de administração é de 24,2%.

Já com uma administradora especializada você tem a possibilidade de pagar apenas 12% de taxa de administração, fazer um seguro de vida total opcional de 4,32% e ser isento de taxa de adesão e fundo de reserva. O pagamento também pode ser realizado em até 120 meses. É ou não mais vantajoso?

Maior burocracia para entrada

Os bancos são instituições financeiras que visam o lucro. Como o consórcio não possui o pagamento de juros, é normal que seja cobrada uma taxa de administração mais alta e que o usuário passe por uma burocracia maior até ser consorciado.

Enquanto, em uma administradora, você entrega seus dados pessoais ou da empresa e consegue contratar o consórcio em poucos minutos, em um banco, é preciso passar por uma análise aprofundada e demorada.

Também podem ser solicitadas cópias de vários documentos empresariais, como CNPJ, faturamento, plano de negócios, movimentação de caixa, entre outros.

Menor variedade

O banco não oferece muita variedade de opções de consórcio. Geralmente as modalidades são: imóvel, carro e moto. Para você que tem uma empresa, pode não ser suficiente. É mais difícil conseguir um consórcio de caminhões, máquinas em geral e outros tipos de equipamentos.

Por outro lado, com uma empresa especializada isso se torna mais simples e as condições são realmente facilitadas, porque o contrato é feito com base em sua pessoa jurídica, não física.

Valores mínimos para carta de crédito

A carta de crédito possui um valor específico e você fará a contratação com base nesse montante. Os valores mínimos nos consórcios de bancos, porém, são muito baixos e nem sempre compensam para empresas.

As administradoras de consórcio possibilitam mais flexibilidade nesse quesito. Sem contar que ainda podem ser ofertados lances para tentar adiantar a contemplação.

Atendimento menos especializado

As administradoras de consórcio são regulamentadas pelo Banco Central (Bacen), que divulga mensalmente em seu site uma lista de empresas autorizadas a trabalhar com essa modalidade. Isso assegura mais transparência e qualidade no serviço prestado.

Já os bancos têm outras prioridades e, por isso, podem não fornecer o atendimento adequado. O resultado? Sempre que você precisar tirar alguma dúvida poderá ter imprevistos e o processo será demorado.

Outras alternativas

O consórcio sempre vale a pena, mas é mais interessante quando você opta por fechar o contrato com uma administradora especializada. Além de haver regulamentação e fiscalização apropriadas, você consegue ter um atendimento ainda melhor.

Pelo Bacen, as empresas que operam consórcios podem estar enquadradas em uma das seguintes classificações:

  • conglomerados;

  • Caixa Econômica Federal, bancos múltiplos e comerciais;

  • bancos de investimento e desenvolvimento, sociedades corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários e câmbio, de crédito, investimento e financiamento, de crédito imobiliário, de arrendamento mercantil, de crédito ao microempreendedor, companhias hipotecárias e agências de fomento;

  • administradoras de consórcio.

Na prática, o que interfere para você é o atendimento prestado. O ideal é que a empresa seja especializada, ou seja, atue somente com essa modalidade de negócio ou tenha um viés que trabalhe exclusivamente com essa questão.

É o caso do Consórcio Minasmáquinas. Apesar de o grupo trabalhar com outros serviços, há uma equipe especializada para o atendimento aos consorciados.

Porém, quais são as outras vantagens? Confira algumas delas:

Atendimento especializado

A empresa especializada garante um atendimento mais próximo e você pode satisfazer suas necessidades mais rapidamente. Por exemplo: para fazer um lance, basta enviar um e-mail fazendo sua proposta e aguardar o dia do sorteio para verificar se a oferta foi a mais alta.

No momento da contratação, você ainda pode tirar todas as suas dúvidas e ter em mãos todos os contatos necessários para possíveis dúvidas e problemas.

Maior flexibilidade

A administradora especializada oferece várias modalidades de consórcio. Você pode contratar aquela que for mais adequada e também tem a possibilidade de, na hora da compra, optar pelo bem que preferir, desde que ele esteja previsto em contrato.

Garantia de transparência

As administradoras de consórcio são fiscalizadas pelo Bacen e têm um processo de total transparência com os consorciados. Assim você sabe exatamente quanto está pagando, as taxas embutidas, como funciona a modalidade de negócio e muito mais.

Entendeu por que vale a pena deixar de lado o consórcio em bancos e optar pelo ofertado por empresas especializadas? Entre em contato com a gente, veja as opções que temos a oferecer e como podemos ajudá-lo.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.